Prostitutas não conseguem clientes durante a Copa do Mundo

Por: Edu | Em: Notícias | 21 de junho de 2010

Eu sei que temos falado demais da Copa do Mundo. Mas não tem como negar a importância e o impacto desse evento na economia mundial. E homem gosta mesmo de Futebol. (Se você é mulher e não aguenta mais futebol vá ler o Malvadas então).

MAS EU AVISEI! Copa do Mundo é a época de mulher ficar fazendo almoço e limpando a casa mesmo. Sexo só depois que acabar o último programa esportivo com as reprises dos gols da rodada. Veja reportagem abaixo:

Não é todo mundo que está empolgado com a Copa na África do Sul. Um certo grupo de profissionais que esperava lucrar durante o torneio está decepcionado: as prostitutas. Em Porto Elizabeth, uma das nove sedes da competição, o movimento é decepcionante. E o lado curioso é que o futebol seria um dos culpados por essa baixa procura por sexo pago.

- (Os clientes) estão mais preocupados com isso (futebol) do que em transar. Estou decepcionada – disse Karen, atendente de uma agência escort, à reportagem do Globo Esporte

Algumas pensam até em mudar da cidade para conseguir mais clientes.

- Vou para Cidade do Cabo para ver se as coisas estão melhores por lá. Atualmente, aqui, faço apenas dois programas por dia em vez de cinco ou seis que fazia antes – afirmou Belly, de 22 anos, que cobra 600 rands (cerca de R$ 150) por, segundo ela, uma “noite de amor completa”.
Taxista conveniado por um dos principais hoteis de Porto Elizabeth, Robert também reconhece que a prostituição não está lucrando muito com a Copa.

- Desde que a Copa começou não peguei nenhum passageiro que me pedisse para ir a um prostíbulo ou a alguma rua onde tivessem prostitutas – contou.

Fonte: Globo Esporte

Deixe seu comentário