MITO!

 

A maior prova e resposta para este MITO é que seu carro foi projetado para dar a partida sem a necessidade de pisar na embreagem.

Agora, você deve estar se perguntando: mas se eu pisar na embreagem, facilito o sistema de partida e economizo insumos? Segundo José Tenório, proprietário de uma oficina e mecânico automotivo há quase 30 anos, sim, “mas essa vantagem é pequena”, afirma.

Quando ligado, o motor de partida gera um pico de energia para girar o motor do carro e também movimentar o câmbio. Ao pressionar a embreagem no momento em que liga o carro, uma parte do câmbio deixa de girar junto com o motor, pois na posição de ponto morto metade do sistema funciona.

E, apesar de a partida demandar um alto consumo de energia, ele ocorre em um curto espaço de tempo. Se a bateria do veículo estiver boa, isso não traz nenhum problema, principalmente porque o ar-condicionado e todos os equipamentos elétricos estarão desligados.

economiza-bateria-carro
Os grandes responsáveis pelo consumo da energia da bateria são módulo de som e os faróis, que tem peso muito maior na durabilidade dela, em função do tempo em que são utilizados.

A vida útil da bateria e do motor de partida diminui quando você tem problemas para fazer o carro pegar, devido a velas e cabos desgastados, combustível de má qualidade, falta de gasolina no reservatório da partida frio e pressão baixa da bomba de combustível.

Nestes casos, será necessário dar a partida mais de uma vez para o carro ligar, gerando vários picos de energia que poderão ocasionar vários tipos de problemas tanto na bateria, quanto no motor.

O único momento em que é obrigatório pisar na embreagem ao dar a partida é no caso de você ou algum manobrista ter deixado o carro engatado. Assim, para evitar aquele tranco e ocasionar batida ou acidente, pise na embreagem.

É por isso que algumas montadoras condicionam o uso deste pedal à ação de ligar o carro e de onde provavelmente surgiu o mito.

Testosterona CAM - 24 horas online.