Se você pensou em “traição” ou “mentiras” como principais motivos para ter um casamento destruído, errou. Existem outros fatores não muito citados e aparentemente muito mais inofensivos que podem ser igualmente prejudiciais num relacionamento – e você e sua parceria são culpados por eles.

A seguir, terapeutas matrimoniais apontam situações e comportamentos que podem lentamente (e silenciosamente) destruir um casamento:

1 – Vocês não mantêm amizades fora do casamento

Passar muito tempo juntos é importante, mas não deixe suas amizades de lado por mais uma noite vendo filme com ela na Netflix. Vocês dois sozinhos não suprem as necessidades de socialização. Dar espaço um pro outro também faz parte do relacionamento. Uma “noite do poker” e “noite das meninas” também são importantes.

2 – Vocês subestimam a necessidade do toque

Tirando as situações sexuais, quando mais, no dia a dia, vocês tocam um ao outro? Abraços só em aniversário ou ocasiões especiais? Esse é o caminho para um relacionamento sem sexo e sem paixão. Vocês não precisam transar todo dia, mas é bom ter algum tipo de reconhecimento sexual ou erótico diário. Em relacionamentos mais longos, o casal precisa sempre lembrar um ao outro o quanto são desejados.

Couple having serious conversation in bed

3 – Casais de amigos são más influências

Embora seja importante manter amizades próximas, é bom tomar cuidado com quem você tem por perto: amizades erradas podem afetar negativamente o seu relacionamento. Em conversas particulares, seus amigos reclamam ou desabafam sobre suas frustrações com as parceiras? Ou dão em cima de outras mulheres sem que as parceiras deles saibam? Esse tipo de amizade influencia (para o mal) seus próprios hábitos.

4 – Você não ajuda na organização da casa

Um estudo recente apontou que quando seu cônjuge é responsável pela parte mais pesada da limpeza e organização da casa, ele obrigatoriamente cria um ressentimento e dificulta a boa conexão entre vocês dois. O mesmo estudo ainda descobriu que os casais que não dividiram as tarefas tinham menos satisfação com o relacionamento e menos sexo do que os casais que dividiram suas tarefas. Num primeiro momento, pode não mudar em nada. Mas ao longo do relacionamento, sendo você bagunceiro ou não, isso pode vir à tona.

5 – Vocês não sentam pra conversar sobre o relacionamento

“Boa comunicação” não é só perguntar “como foi seu dia, querida?”. Nem “quais são os nossos planos para o fim de semana?”. Os terapeutas recomendam conversas mais profundas, como “o que eu tenho feito para o bem do nosso relacionamento?” ou “o que eu posso fazer por você ou pelo nosso relacionamento?”. Abordar esses assuntos assim pode ser estranho no início, mas eles garantem que, ao longo do tempo, você vai perceber o valor disso.

6 – Vocês se sentem cada vez mais como companheiros de quarto

Essa “Síndrome do Colega de Quarto” é silenciosa, mas uma destruidora fatal de relacionamentos. Quando chega nesse status, vocês se sentem como se estivessem vivendo vidas paralelas, ligados apenas por seus espaço compartilhado, contas bancárias e filhos. Para injetar alguma “novidade” no relacionamento, os terapeutas recomendam que os casais façam um esforço para passar algum tempo juntos, trabalhando em um projeto como uma equipe, por exemplo, algo em que os dois se sintam apaixonados e entusiasmados. Pode ser um exercício físico, um curso de culinária… Descubram o que faz vocês felizes juntos e comecem.

Traduzido do The Huffington Post