• Você conhece o UK Foot Pool? O novo esporte inventado pelos ingleses

    Por: Eduardo Mendes | Em: Esporte | 13 de fevereiro de 2016

    Os ingleses juntaram duas de suas paixões, sinuca e futebol, num esporte novo, o UK Foot Pool, criado em 2015 por dois amigos, John Whetton e Olly Hancock, ambos de 26 anos, moradores de Derby.

    “Tudo começou há uns dois anos atrás, quando eu estava jogando uma partida de foot-golf pé com um amigo Olly Hancock,e a gente meio que teve a ideia”, disse John, que é jogador freestyler de futebol profissional. “Meu pai é marceneiro e nos ajudou com o projeto da mesa e em janeiro de 2015 tudo estava pronto no meu quintal.”

    No início, John e seu pai construíram 3 mesas e passaram a alugá-las a clubes e pubs locais. “O FootPool ficou conhecido rapidamente e decolou”, conta John.

    Segundo ele, os jogadores profissionais que conhecem o novo esporte são a melhor forma de ajudar a divulgá-lo, por isso seus criadores tem levado o UK FootPool a fazer parcerias com clubes como Liverpool e Manchester City. No ManCity, Yaya Toure e Gael Clichy participaram da brincadeira, mas na hora do “rachão” a vencedora foi Izzy Christiansen, atacante do time feminino e da seleção da Inglaterra, 3ª colocada na Copa de 2015, no Canadá.

    No Tottenham, o meia-atacante sensação do momento Delle Alli foi o destaque no desafio que contou ainda com o zagueiro belga Toby Alderweireld.

    Em junho aconteceu o primeiro campeonato: “Foi nosso primeiro ano, não houve eliminatórias regionais nem nada assim”, explicou.”Mas apareceram concorrentes de todo o país.” Segundo o “cartola”, a segunda edição do torneio já está sendo planejada.

    Fonte: Derby Telegraph

  • Super Bowl 2016 – Veja as propagandas incríveis que serão exibidas

    Por: Fran Vergari | Em: Esporte | 06 de fevereiro de 2016

    Super Bowl 2016 acontece neste domingo (7) e é o maior evento de futebol americano do mundo – e o maior evento de mídia dos Estados Unidos. A decisão da temporada reúne a maior audiência da TV norte-americana e os grandes anunciantes costumam disputar um lugar no intervalo do jogo, que carrega a fama de cobrar o segundo mais caro da publicidade mundial. Este ano, o valor para 30 segundos de comercial foi de US$5 milhões, 11% a mais do que em 2015.

    As propagandas publicitárias lançadas no Super Bowl costumam ter grande repercussão tanto pela criatividade dos comerciais quanto pela fortuna desembolsada pelos anunciantes e os garoto-propaganda escalados pelas marcas. Em sua 50ª edição, a final está marcada para as 21h (horário de Brasília), e será disputada entre Denver Broncos e Carolina Panthers.

    E não podíamos deixar de fazer a clássica lista das melhores propagandas que serão exibidas na TV amanhã. Confira 14 delas aqui:

    “Marilyn” por Snickers

    “Um novo caminhão para amar” por Honda Ridgeline

    “Primeiro encontro” por Hyundai Genesis

    continue lendo…

  • E se os escudos dos times de futebol brasileiro fossem reformulados?

    Por: Eduardo Mendes | Em: Esporte, Futebol | 04 de fevereiro de 2016
    O designer Rafael Basso resolveu reformular os escudos de 24 times de futebol aqui do Brasil, deixando tudo com uma cara “mais agressiva”, segundo ele mesmo, quando conversou com a gente e indicou o projeto.

    “Acho alguns logos dos times daqui muito bons, mas outros deixam a desejar, então como eu acho os símbolos dos times da NBA, NFL, NHL, etc. muito bons, resolvi tentar me inspirar neles, fazendo uma comunicação visual bem agressiva como eles costumam usar. Nos EUA não rola essE tradicionalismo que tem aqui, eles mudam quase toda a temporada – eu acho isso sensacional”, explicou Rafael.

    Motivado pela necessidade de projetos particulares, colocou a cabeça pra funcionar e, com muita criatividade, recriou os logos dos times de futebol brasileiro. O resultado sensacional você confere abaixo. Para ver todas as imagens do projeto Por Um Futebol Mais Bonito, confira as 48 imagens no nosso painel de Futebol no Pinterest.

    atletico-mineiro
    atletico-paranaense
    avai
  • O dia que dançaram Haka num casamento na Nova Zelândia

    Por: Eduardo Mendes | Em: Esporte, Mundo Macho | 28 de janeiro de 2016

    Haka são danças típicas do povo Maori. Geralmente demonstram a paixão, o vigor masculino e a identificação com a raça. É usada tanto para dar boas vindas a visitantes quanto de tribos inimigas.

    Atualmente o Haka é conhecido mundialmente pela performance de intimidação no início dos jogos de Rugby da seleção da Nova Zelândia (All Blacks), que costuma antes de seus jogos executar uma haka específica chamada Ka Mate.

    Antés da dança, o chefe que conduz a dança grita aos companheiros um refrão de incitamento, coisa que no caso dos All Blacks é feita pelo jogador de sangue maori mais velho, nāo sendo este necessariamente capitāo da equipe. As palavras são utilizadas nāo só para incitar quem está realizando a dança, mas também para recordar-se o comportamento correto durante a mesma. Muitas vezes o tom utilizado para gritar o refrāo é o mesmo utilizado no curso de toda a exibiçāo, ou seja, quanto mais agressivo, feroz e brutal, mais vai incentivar o grupo – e intimidar o adversário.

    Recentemente, um vídeo mostrando o haka em uma festa de casamento viralizou, e já foi visto milhões de vezes na web. A dança foi feita durante a festa de casamento de Aaliyah e Benjamin Armstrong na cidade de Auckland. A apresentação, organizada pela família do noivo – que é da etnia maori -, emocionou a noiva e a levou às lágrimas.

    Aaliyah, de 21 anos, disse à BBC que a haka foi uma demonstração de respeito por parte do padrinho e da família do noivo. A dança, com seus tradicionais gestos fortes, expressões faciais e gritos, foi liderada pelo irmão de Benjamin.

    “Eu não estava planejando participar até que uma madrinha começou. Senti que tinha de retribuir o amor e o respeito. Eu fiquei muito emocionada mesmo”, disse a noiva. O casal postou o vídeo online para ser visto por amigos e ficou surpreso com a popularidade alcançada pela gravação. Veja o vídeo:

    Fonte: BBC

  • Cartola FC 2016 terá Liga Mata-Mata e outras 3 grandes novidades

    Por: Fran Vergari | Em: Futebol, Gadgets & Tecnologia | 28 de janeiro de 2016

    Quatro grandes novidades foram anunciadas para o novo Cartola FC. Entre elas, um novo visual que melhora a experiência do usuário, tanto na versão para computador quanto para celular; aplicativo com notificações; uma liga chamada Mata-Mata e mais interatividade com as redes sociais.

    O lançamento do Cartola FC 2016 aconteceu na quarta-feira (27) no palco principal da Campus Party Brasil, maior encontro de tecnologia do mundo, que acontece esta semana em São Paulo. Estavam no palco Newton Fleury, criador do Cartola, Gustavo Poli, editor-chefe do GloboEsporte.com, Monique Cardone, apresentadora do Programa do Cartola, o especialista em Cartola FC Cassius Leitão, e Felipe Andreoli, apresentador da TV Globo.

    cartola-fc-2016
    NOVO VISUAL
    O maior fantasy game de futebol do Brasil teve ilustrações e escudos reformulados, para deixar com mais cara de game ainda. Menos poluído, agora as estatísticas aparecem só quando você clica no jogador – segundo Newton, uma pesquisa feita por eles revelou que o excesso de números incomodava os cartoleiros. “Mas continua lá, para quem gosta de estatística. Oscilações, preços, rendimento, tudo”, esclarece.

    CONECTADO AO FACEBOOK
    Para não ter a sensação de “estádio vazio”, você agora vai poder contar para os amigos sobre seu time e saber como eles estão se saindo também. Inclusive, o escudo do time vai aparecer com a foto do perfil do amigo, para você saber de quem é. Logo que você criar a conta, ele vai localizar seus amigos do Facebook. A Liga da Zueira também tem como objetivo deixar a brincadeira mais divertida. “No lugar no ranking, agora terão cards para você zoar os amigos que perdem e tirar onda quando você ganha. E são ilustrações ótimas, que você pode compartilhar no Facebook, Whatsapp, etc.”, explica Newton.

    MATA-MATA
    A Liga Mata-Mata tem foco no curto-prazo, ou seja, a ideia é ter uma modalidade que não precise de 38 rodadas para determinar um campeão. Será possível jogar um “mini-Cartola” de duas a quatro rodadas, com quatro a 16 jogadores, em confrontos diretos. “Isso é bom para atrair quem não tem tempo para acompanhar, criar estratégias, porque tudo dava muito trabalho”, comemora Andreoli.

    MELHORIAS NO CELULAR E CRIAÇÃO DE APLICATIVO
    As versões foram otimizadas e agora vai ficar muito mais fácil e “clean” acessar pelo computador (por qualquer browser) e pelo smartphone (iOS e Android). Um aplicativo com notificações também foi criado e é a promessa para salvar o cartoleiros que não conseguem acompanhar a todos os jogos tão de perto. Uma notificação vai avisar quando um atleta está pendurado, lesionado ou ausente da rodada, para evitar o grande problema de escalar um jogador que não estará atuando. “Vai ser quase como um assistente técnico para ajudar a escalar!”, brinca Andreoli.

  • Esses caras esquiaram pelas ruas de Nova York na maior nevasca da história

    Por: Fran Vergari | Em: Esporte, Notícias | 27 de janeiro de 2016

    O produtor e diretor Casey Neistat é um americano bem conhecido por criar videos populares e ousados para seu canal no Youtube. Mas, desta vez, acho que ele e seus amigos ousaram até demais.

    No último fim de semana, o leste dos EUA foi atingido por uma tempestade de neve que chegou a ser considerada a maior da história. A polícia recomendou todo mundo ficar em casa (nada de dirigir), ameaçando até de prisão aqueles que desobedecessem.

    O que ele fez? Juntou seu irmão, Dean Neistat, e os amigos Jesse Wellens e Oscar Boyson, uma prancha de snowboard, um Jeep 4×4 e saíram esquiando pelas ruas de Nova York. O resultado, sensacional, é claro, você pode conferir no vídeo abaixo, que já passou dos 9 milhões de visualizações no Youtube em menos de dois dias:

    A polícia até aparece no vídeo, mas a ideia foi tão boa que nem os guardas quiseram atrapalhar a “brincadeira” e disseram: “Alguém reclamou, então estamos aqui apenas fingindo que estamos falando com vocês, ok?”.

    Neistat ainda disponibilizou um vídeo com o making of da produção, incluindo as preocupações e precauções para fazer um bom vídeo e chegar nesse resultado fantástico.

    esquiaram-nova-york-nevasca