• Travesseiro contra a solidão tem forma feminina e gordura humana

    Por: Eduardo Mendes | Em: Notícias | 25 de novembro de 2015

    travesseiro-contra-solidao-1

    Uma empresa japonesa de travesseiros decidiu inovar de uma forma um tanto bizarra. A Bibi Lab criou um produto em formato de corpo feminino e feito com tecido em algodão, com gordura humana. De acordo com informações da empresa, a ideia é que o travesseiro se assemelhe à pele em todas as suas curvas mais desejadas. O fabricante também afirma que é possível vestir o produto com roupas femininas, para que ele amenize a solidão dos clientes.

    travesseiro-contra-solidao-2

    Bizarro, não?

  • É oficial: Playboy não terá mais a edição brasileira em 2016

    Por: Fran Vergari | Em: Mundo Macho, Notícias | 24 de novembro de 2015

    Nós nem bem terminamos de comemorar que a Playboy brasileira manteria as fotos de mulheres nuas na revista quando, às vésperas do feriadão, fomos bombardeados com esta notícia: a Playboy vai acabar. Confesso que não botei muita fé na hora porque há muito tempo ouvimos esses rumores de que a revista estaria vivendo seus últimos dias, então não foi lá uma surpresa tão grande. Mas na quinta-feira (19) a Abril anunciou que não mais editará a revista a partir de 2016. A editora não renovou a licença para utilizar a marca que, eventualmente, até pode ser adquirida por outro publisher interessado. Então, ainda há esperanças.

    É muito verdade que as edições brasileiras vinham perdendo o brilho ano a ano, mês a mês, colocando desconhecidas nas capas e se apoiando na tradição para manter seu público. Mas não resistiu à geração “Manda Nudes” e, se já respirava por aparelhos com a transformação no consumo de mídia e ensaios nus, ainda sofreu os efeitos da reestruturação da Editora.

    O atual diretor da revista, Sérgio Xavier Filho, ainda não falou sobre a decisão nem revelou quem poderá ser a última capa da Playboy. Em seu perfil no Twitter, só o que ele postou sobre o caso foi:

    Em nota oficial, a Abril informou que a decisão faz parte de uma “estratégia de reposicionamento focado nas necessidades dos leitores e do mercado” iniciado há um ano com a “revisão do portfólio de produtos e a radical readequação das ofertas Abril à sua audiência, anunciantes e agências”. A marca será publicada pela última vez no próximo mês de dezembro.

    Com tudo (e apesar de tudo), ele veio fazendo o que pode com o que tinha. Inclusive, enquanto escrevia este texto, a revista anunciou no Twitter:

    Desde quando sentimos uma diferença grande nas “estrelas” de capa também na edição de aniversário (que era a mais aguardada do ano e a que recebia mais investimento), entrevistei o ex-diretor, Edson Aran, questionando sobre o cenário que ele tinha deixado na revista e o que podia estar acontecendo para que as mudanças fossem tão visíveis e, digamos, tristes. Na época, há dois anos, ele me disse: “O que eu sei é que o modelo de negócios baseado em celebridades nuas e grandes vendas está morto, mas isso é um problema de mercado, não tem a ver com a revista em si”.

    Talvez tenha um fim mais digno a Playboy americana, que anunciou, também recentemente, que não publicaria mais ensaios de mulheres nuas. Até brincamos aqui que a culpa era de todo mundo que dizia ler a revista pelo conteúdo.

    Talvez essa história ainda não termine aqui e alguma editora resolva comprar o título, continuar, reformular, sabe Deus. Como dizem, não adianta mais dar flores ao mortos. Eu raramente ainda comprava edições da revista e aposto que você nem se lembra a última vez que entrou na banca para procurar uma Playboy ou quando pagou a última parcela da sua assinatura. De todo modo, é com grande pesar pela tradição que assistimos ao triste fim da revista que participou do descobrimento sexual de tantos adolescentes por aí, que fez a cabeça (e o cérebro) e formou muitos homens por aí.

    Para completar o saudosismo, nossa equipe relembrou algumas edições icônicas de épocas diferentes e elegeram as capas que mais marcaram suas vidas. E aí, qual a Playboy de que você nunca vai se esquecer?

    Jean Vieira – Musas do Axé Blond (junho/2000)

    Eduardo Mendes – Flavia Alessandra (agosto/2006)

    playboys

    André Filho – Grazi Massafera (agosto/2005)

    Diego Pucci – Adriane Galisteu (agosto/1995)

    playboys2

    Matheus Bordallo – Kelly Key (dezembro/2002)

    Gustavo Gusmão – Cleo Pires (agosto/2010)

    playboys4

    Marcelo Coletto – Maitê Proença (agosto/1996)

    Victor Borges – Deborah Secco (agosto/2002)

    playboys3

  • Por R$ 113, nova empresa termina seu relacionamento por você

    Por: Eduardo Mendes | Em: Notícias | 22 de novembro de 2015

    relacionamento-blank-space

    Terminar um relacionamento é sempre difícil. Tanto que muita gente prefere até continuar junto a ter de passar pelo momento fatídico de dizer “Não é você, sou eu…”. Mas agora já é possível deixar de lado o “a gente ainda pode ser amigos” porque uma nova empresa no Canadá promete fazer todo o trabalho por você.

    A Breakup Shop dá a má notícia para a (ex-) pessoa amada. E, evidentemente, cobra pelo serviço. Por US$ 10 (cerca de R$ 38), a companhia envia uma mensagem de texto padrão com o “anúncio”.

    Quem prefere algo menos impessoal, pode investir mais um pouco e, por US$ 29 (R$ 110), pagar uma ligação de um minuto. Há ainda a opção de enviar uma carta. A missiva padrão custa US$ 20 (cerca de R$ 76) e a personalizada, US$ 30 (R$ 113,50). Caso queira fazer o serviço completo, pode também enviar itens como vinho, biscoitos e filmes, para ajudar a ex-pessoa amada a afogar as mágoas.

    “As pessoas já pagam por serviços como o Tinder para entrar em relacionamentos, por que não pagar para sair de um?”, disse a cofundadora Mackenzie ao site Motherboard. Ela fundou o projeto com seu irmão, Evan. Os sobrenomes foram mantidos em segredo a pedido dos empreendedores. Por enquanto, o serviço está disponível apenas em inglês — independentemente do país do cliente.

    Fonte: Época Negócios

  • Homens têm dificuldades em sair com mulheres mais inteligentes, diz estudo

    Por: Fran Vergari | Em: Notícias, Ponto de vista feminino | 20 de novembro de 2015

    mulheres-mais-inteligentes-margot-robie

    Posso levantar a placa “eu já sabia”. E não só eu, mas muitas mulheres que compartilharam esse estudo na timeline semana passada aos montes. No geral, é fácil perceber quando o homem quer alguém para quem ele possa contar vantagem, cantar de galo e enrolar. E, nesse caso, uma mulher mais inteligente do que ele pode não facilitar o campo para esse tipo de coisa. Mas vamos ao estudo complexo feito por pesquisadores da Universidade de Buffalo, no estado de Nova York, da Universidade Luterana da Califórnia e da Universidade do Texas, revelou o seguinte:

    A capacidade analítica é estereotipadamente vista como uma qualidade masculina, e ser competente e competitivo são qualidades particularmente importantes para os homens, portanto, a inteligência feminina pode ser considerada uma ameaça para heterossexuais em busca de uma potencial parceira.

    É difícil definir o grau de generalização dessas conclusões, mas elas fazem pensar: mesmo se um homem disser que gostaria de sair com uma mulher inteligente, ele de fato se sentiria atraído se ela estivesse na frente dele?

    Referente a isso, os testes apontaram outras duas coisas:

    Parece que, mesmo quando os homens dizem que gostariam de sair com uma mulher mais inteligente, quando a coisa é para valer, eles não parecem tão atraídos por mulheres que ameaçam sua própria inteligência.

    Os homens também se sentiram menos masculinos quando colocados ao lado de uma mulher mais inteligente, do que numa situação na qual nunca haviam visto a mulher mais inteligente mencionada.

    Traduzindo: homens que se afastam de mulheres mais inteligentes podem apenas estar protegendo seus frágeis egos masculinos.

    Claro que essas conclusões não querem dizer que todos ou mesmo a maioria dos homens se sentem ameaçados por mulheres inteligentes. Mas posso dizer que é um movimento cada vez mais notável entre as mulheres. Parece tão difícil encontrar um cara interessante, que consiga levar uma conversa por mais tempo e que não seja tão mais velho – porque a “falta de maturidade” acredito que seja um dos principais motivos pelos quais as mulheres costumam procurar por homens mais velhos.

    Desabafando, sinto que às vezes me é especialmente difícil. Contei aqui certa vez que os homens às vezes acham que eu sei tudo de putaria, que vão virar pauta, que passo o dia analisando tudo o que eles me falam ou o jeito deles. Acontece de puxarem papo já pedindo desculpas por estarem falando comigo (??), pedem desculpa antes de elogiar, como se tivessem medo. Esses devem estar entre os homens que não confiam nada no próprio taco e, quando conseguem o que querem, não sabem lidar com isso.

    Até porque, conversar por trás de um avatar é muito mais fácil do que sentar num restaurante para jantar e sustentar uma noite inteira de assunto. Espero que isso pareça absurdo para você que está lendo, sinceramente. E eu ficaria muito feliz em saber que meus leitores são homens confiantes, seguros e inteligentes. Não precisa ter medo de mulher. Precisa, primeiro, enfrentar os seus medos, decidir o que realmente você quer da vida e tomar decisões. Vale a pena sentar um minuto e fazer um exame de consciência, pensar por que você se sente intimidado por mulheres inteligentes. Vai ser muito bom pra  você, eu garanto (e pra nós, mulheres, também).

  • Charlie Sheen revelou ser HIV positivo – e é bom você também tomar cuidado

    Por: Fran Vergari | Em: Mundo Macho, Notícias, Sexo | 19 de novembro de 2015

    HIV_charlie_sheen

    Você deve ter lido esta semana que o ator Charlie Sheen revelou que é HIV positivo, certo? Se não, aqui vai: o machão mais fod* da televisão soltou essa na terça-feira (17). Ele já teve problemas de dependência de álcool e drogas e, aos 50 anos, declarou que tem conhecimento do vírus há 4 anos, mas não sabe como o contraiu.

    Ele também afirmou que pagava para que as pessoas não vazassem a informação, mas era extorquido por ex-namoradas, strippers e affairs: “Me sinto livre dessa prisão”, ele disse, desabafando que não vai mais pagar para que não falem disso.

    Muitos pontos podem ser levantados e coisas que você precisa saber (ou lembrar) sobre HIV a partir da entrevista que Charlie Sheen deu. Bom, então vamos a eles.

    – Não importa com quem, onde ou por que: USE CAMISINHA
    Precisamos parar de achar que “isso não vai acontecer comigo”, “é só desta vez”, “já fiz antes e não aconteceu nada”. Charlie Sheen disse que não sabe como contraiu o vírus, mas há rumores de que ele já tenha dormido com mais de 5 mil mulheres, que participava de orgias, etc. Não interessa. Pode acontecer com qualquer um de nós que não tome os devidos cuidados.

    – Não dá para confiar nos outros sempre, é preciso ter cuidado
    O ator disse que contou às duas ex-namoradas sobre o vírus, mas uma delas, Bree Olson, deu uma entrevista em seguida à uma rádio contradizendo a versão dele, afirmando que ele não contou a ela sobre o vírus: “Foi a coisa mais estúpida que eu fiz, este namoro. Foi como fazer roleta-russa durante um ano”. Se você tem o vírus, precisa avisar seu parceiro, precisa cuidar para que isso não seja transmitido.

    – Camisinha não é só para evitar gravidez
    Bree Olson contou ainda que, por insistência do ator, eles usavam uma camisinha de pele de carneiro, um tipo de preservativo que previne a gravidez, mas não evita doenças sexualmente transmissíveis. Consegue entender que o problema é muito maior e vai muito além disso?

    – Faça o exame para não ter dúvidas
    Fazemos muita coisa errada nessa vida, eu sei. Mas ok, se você foi impactado aqui, ficou preocupado e quer sanar essa dúvida, comece tomando uma atitude e faça logo um teste de HIV. É só procurar por um Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) ou diversas unidades das redes públicas de saúde. Os testes são gratuitos e podem ser feitos de forma anônima. Ligue para o Disque Saúde (136) ou consulte a lista de endereços para escolher o melhor local para você fazer o teste.

    – Você pode ter o vírus (HIV) mas não ter a doença (AIDS)
    É importante diferenciar o HIV da AIDS. HIV é o vírus, enquanto que a AIDS é a doença causada pelo vírus; é possível ter o HIV e não ter AIDS, já que algumas pessoas são carreadoras assintomáticas do vírus. Na verdade, a maioria das pessoas passa vários anos tendo o HIV, mas sem desenvolver sintomas da AIDS. A média de tempo entre a contaminação com o vírus e o desenvolvimento da doença é de 10 anos. Charlie Sheen tem o vírus, não a doença, e afirmou que toma remédios.

    – Sexo oral e anal também transmitem HIV
    O HIV é transmitido toda vez que um fluído contaminado entra em contato com alguma área do corpo vulnerável a invasões. O sexo oral pode transmitir HIV, principalmente se houver lesões na cavidade oral como gengivites, aftas, feridas, etc. O sexo anal costuma ser o que apresenta maior risco de contaminação. A mucosa do ânus/reto é mais fina que a vaginal, e por não apresentar lubrificação natural, está mais sujeita a pequenas lesões durante o ato sexual. Os fluidos que contém o vírus são as secreções vaginais, o sêmen e o liquido pré-seminal (aquele transparente que sai do pênis antes da ejaculação) e, obviamente, o sangue.

    – Existem outros meios de contrair o vírus com os quais você deve ter atenção também
    São eles: usuários de drogas injetáveis que compartilham agulhas; tatuagem e piercing apresentam risco pequeno, mas podem ser vias de transmissão caso haja uso de material contaminado; transfusão de sangue (atenção: o perigo está em receber e não em doar sangue); transmissão da mãe para o feto durante a gravidez.

    – Em todo caso, conheça os sintomas
    Charlie Sheen contou que descobriu a doença quando começou a sentir dores de cabeça e achou que fosse um tumor cerebral. Para ficar atento: os sintomas são semelhantes à uma síndrome de mononucleose com febre, dor de garganta, pequenas manchas de 1 cm e avermelhadas espalhadas pelo corpo, aumento dos linfonodos (ínguas) e dor de cabeça. O aparecimento de pequenas úlceras no pênis, ânus ou na cavidade oral são bem característicos da lesão primária pelo HIV.

    LEIA TAMBÉM: Sexo com 4 parceiros pode ter exposto você a 1,9 milhão de parceiros indiretos

  • Candidatas a Miss Brasil 2015 desfilam de biquíni antes do concurso

    Por: Eduardo Mendes | Em: Mulheres, Notícias | 18 de novembro de 2015

    O concurso Miss Brasil 2015 será realizado a partir das 22h30 desta quarta-feira (18) no Citibank Hall, em São Paulo. As 27 candidatas de todo o país vão concorrer ao título que dará à vencedora o direito de representar o Brasil no concurso Miss Universo, que será realizado dia 20 de dezembro, em Las Vegas (EUA).

    Em meio à maratona de preparação para a grande final, as 27 candidatas à coroa passaram por uma avaliação crucial nesta segunda-feira, dia 16. Para o júri técnico, esse é o momento mais esclarecedor da competição. Veja abaixo as candidatas:

    miss-brasil-2015-15

    MISS ACRE – Maxine Silva
    MISS ALAGOAS – Camila Leão
    MISS AMAPÁ – Daiane Uchôa
    miss-brasil-2015-1

    AMAZONAS – Caroline Toledo
    MISS BAHIA – Patrícia Guerra
    miss-brasil-2015-2 continue lendo…