• E se as camisas de futebol das seleções fossem produzidas por grifes famosas?

    Por: Eduardo Mendes | Em: Esporte, Testosterona Lifestyle | 20 de janeiro de 2016

    Adidas, Puma, Nike, Umbro, Kappa, Under Armour, Penalty. Estes são alguns dos principais fornecedores de material esportivos dos clubes e seleções, mas você já imaginou como seriam as camisas de futebol das principais seleções do mundo fossem confeccionadas pelas marcas fashion mais famosas do mundo da moda?

    O designer argentino Emilio Sansolini criou versões retrôs dos uniformes das principais seleções com algumas logos de marcas das grifes mais famosas do mundo, como Lacoste, Reserva, Hugo Boss e Emporio Armani, levando em conta o país natal da empresa. Quase todos os campeões mundiais foram lembrados, como Brasil, Alemanha, Itália, França, Espanha, Itália, Inglaterra e Argentina, faltando apenas o Uruguai.

    Veja o resultado:

    brasil franca continue lendo…

  • Camisinha que aumenta prazer sexual é a nova invenção dos cientistas

    Por: Eduardo Mendes | Em: Notícias | 16 de janeiro de 2016

    Nós falamos desta camisinha aqui no Blog não faz muito tempo. A tal da camisinha revolucionária que promete matar o vírus HIV é a mesma que aumenta prazer sexual. Dá pra acreditar?

    A nova camisinha, de acordo com os pesquisadores, fará com que as pessoas queiram usar a proteção – em vez de simplesmente adotá-la por razões de segurança de saúde ou para evitar gravidez. Ela tem uma substância gelatinosa reforçada com antioxidantes que atacam o vírus HIV caso ocorra um rompimento do preservativo. Mas esses antioxidantes “também estimulam as terminações nervosas e, por isso, geram maior prazer sexual”, acrescentou a cientista.

    camisinha-aumenta-prazer-sexual

    NÃO TEM MAIS DESCULPA

    A pesquisadora responsável, Mahua Choudhury, lembra que muitas pessoas abrem mão dos preservativos por acharem que a camisinha reduz o prazer na relação sexual. E dados da ONU indicam que, apesar de avanços nas duas últimas décadas, milhões de pessoas no mundo todo ainda não têm acesso à camisinha ou não utilizam a proteção devido a barreiras psicológicas e tabus sociais.

    QUANDO VEM?

    Ela acredita que o produto estará disponível no mercado dentro de um ano. “Neste momento estamos criando (os preservativos) e logo será uma questão de acertar os detalhes”, disse. E quanto ao preço, a pesquisadora afirmou que, uma vez que o preservativo comece a ser fabricado em larga escala, será uma questão de centavos de dólares.

    Fonte: Folha

  • Barbie brasileira faz sucesso no exterior e diz que pessoas se assustam com sua aparência

    Por: Eduardo Mendes | Em: Notícias | 15 de janeiro de 2016

    A  brasileira Andressa Damiani, de 23 anos, não é apenas mais uma entre tantas outras fãs da Barbie, ela faz questão de ser parecida com a boneca. Ela é a Barbie brasileira.

    Em entrevista ao jornal inglês Mirror, ela explica que sempre teve uma aparência infantil, e isso fez com que ela se tornasse uma adolescente bastante insegura. Por isso, sentiu-se muito melhor quando decidiu assumir de vez suas características.

    “Percebi que era hora de destacar minhas características de boneca humana, em vez de tentar entrar em um padrão de beleza que eu nunca poderia alcançar. Isso ajudou a minha autoestima. Sentir-se confiante é muito importante, e não fútil como alguns podem pensar”, comenta.

    Fonte: Mirror

  • Homens musculosos são piores namorados, diz a ciência

    Por: Eduardo Mendes | Em: Notícias | 15 de janeiro de 2016

    homens-musculosos-namorados
    Veja bem, não estamos querendo defender o nosso lado, mas é a ciência quem está dizendo que os homens musculosos são piores namorados. O alerta é de que os fortões podem não ser uma boa opção para as mulheres.

    Os pesquisadores da Universidade de Westminster, no Reino Unido, avaliaram 327 homens britânicos e constataram que os participantes mais musculosos eram mais propensos a apresentar crenças machistas e atitudes hostis com as mulheres.

    (Não é por nada, mas a gente já contou aqui que as mulheres estavam trocando os sarados pelos barrigudos há um tempo…)

    Os homens sexistas geralmente se esforçam para ganhar massa muscular – atitude que tem como objetivo defender o imaginário do que seria um “homem de verdade”: grande, forte e cheio de músculos. Os pesquisadores também afirmam que malhar em excesso pode ser uma forma de reforçar a ideia de masculinidade.

    Mas, é claro, o estudo não foi realizado com homens de outras localidades do mundo, além de avaliar um número muito pequeno de voluntários. Ou seja, não dá para generalizar, como sempre.

  • O Tinder esconde um ranking sobre quão desejável você é

    Por: Eduardo Mendes | Em: Mundo Macho | 15 de janeiro de 2016

    tinder-ranking-desejável
    O Tinder tem uma grande razão para ter bombado: não há espaço para sentimento de superioridade ou rejeição. Um perfil aparece. Se você curtir, deslize para a direita. Não agradou? Esquerda. Se as duas pessoas sinalizarem que gostaram do que viram, elas são notificadas e a troca de mensagens é liberada. Se não, a pessoa que te deu um fora nunca vai saber se o sentimento foi recíproco. E a vida segue como se nada tivesse acontecido. Quer dizer, isso é que todo mundo pensava.

    De acordo com uma matéria publicada pelo site americano Fast Company, por trás de todo o sistema de combinações do Tinder existe um ranking que define o quão desejável você é. Sem saber, você tem uma nota que muda toda vez que você dá um match ou é dispensado. E é esse número que define quem aparece (ou não) entre seus possíveis pretendentes.

    Chamado internamente de “pontuação de elo” o sistema é complicado. De acordo com Sean Rad, diretor do Tinder, foram necessários dois meses e meio para criar o algoritmo do ranking. A empresa não entra em detalhes sobre quais são as categorias que definem a nota, mas dão uma dica: não é só sua beleza. “Toda vez que você desliza para um lado, é uma forma de voto: eu acho essa pessoa mais desejável do que outra, independentemente de sua motivação. Talvez seja sua atratividade, talvez por que tenha um perfil muito legal”, afirma Chris Dumler, analista de dados do aplicativo.

    Outro fator que aparentemente eleva sua pontuação é dar um match com alguém que tenha uma nota alta, é o que conta Jonathan Badeen, vice presidente da marca, ao comparar o ranking com o game World of Warcraft. ?Eu jogava há muito tempo, e quando se joga contra alguém com alta pontuação, você acaba ganhando mais pontos. É uma forma de essencialmente combinar pessoas e as classificar mais precisa e rapidamente baseado em com quem eles estão combinando?.

    Há também o consenso de que a nota é mais baseada nos gostos pessoais de quem está julgando do que em qualquer outra coisa. “As pessoas se dividem muito, mesmo na questão fotográfica: Alguns realmente gostam de barbas, outros não. A mesma coisa em relação à tatuagens, fotos com animais ou crianças, ou suas fotografias com um tigre”, afirma Tor Solli-Nowlan, engenheiro de dados da empresa.

    O Tinder não fala nada sobre revelar as notas de seus usuários. E, se aberto ao público, esse número pode acabar com toda essa sensação de imunidade à rejeição. Quer arriscar?

    Fonte: Superinteressante

    LEIA TAMBÉM: Ashley Madison, o site de traição que já tem mais usuários que o Tinder