Cerveja ajuda a prevenir gripes e resfriados

Por: Eduardo Mendes | Em: Cerveja | 30 de setembro de 2014

Para quem vai brindar o fim de semana com uma gelada, aí vai mais um motivo para levantar a tulipa: no inverno, o consumo moderado e regular da cerveja é um grande aliado na prevenção de gripes e resfriados. Rica em polifenóis, um tipo de substância antioxidante, a bebida é capaz de estimular a produção de células de defesa pelo organismo, o que contribui para a proteção do sistema respiratório.

Um recente estudo japonês demonstrou que compostos do lúpulo (um dos quatro ingredientes básicos da bebida) são capazes de inibir a multiplicação do vírus sincicial respiratório, causador de infecções pulmonares como pneumonia e bronquiolite. Outro trabalho, feito na Europa, provou que o consumo diário e moderado de cerveja aumentou a produção de anticorpos em ambos os sexos e de células de defesa em mulheres.

— O lúpulo contém substâncias chamadas isohumulonas, que auxiliam na limpeza do corpo como um todo. A cevada (malte), de onde vem mais da metade dos polifenóis da cerveja, atua da mesma forma, melhorando a função do sistemas do organismo e prevenindo infecções e inflamações — explica a nutricionista clínica e esportiva Andrea Zaccaro de Barros. Segundo a especialista, para obter os benefícios, a dose diária recomendada de cerveja é de 300 mililitros para as mulheres e de 600 mililitros para os homens. E tanto faz se a versão da bebida é com ou sem álcool.

— Além de antioxidantes, a cerveja é rica em água e carboidratos e contém um pouco de sais minerais. Principalmente em condições de clima seco, ela pode auxiliar na obtenção da quantidade de líquidos necessária para a hidratação, que também é importante na prevenção
ingredientes-cerveja

Fonte: Extra

eduardo
Eduardo Mendes

Editor do Testosterona. Um cara sossegado que precisa de pouco pra sobreviver: cerveja, mulher, futebol na TV, uma mesa de poker e as arquibancadas da Arena Corinthians.

Deixe seu comentário