Descubra o que as garotas do Testosterona CAM estão fazendo agora - 24 horas online

pizza-cerveja-harmonização
Dia 10 de julho é comemorado o Dia Internacional da Pizza! Cara, eu amo pizza! Eu poderia viver à base de pizza facilmente! E que tal acompanhar sua pizza favorita com uma boa cerveja?!

Assim como no vinho, a harmonização com cerveja deve se seguir algumas sugestões básicas para conseguirmos um resultado ainda mais prazeroso para harmonizar cerveja com pizza de diferentes sabores. Como princípio geral, as combinações devem sempre ser servidas das mais delicadas às mais robustas.

Elas podem ocorrer por:

Semelhança – pratos e cervejas com elementos comuns de doçura, acidez, tostados, frutados, herbais, ou de cores, entre outros;

Contraste – pratos e cervejas com elementos contrastantes como, por exemplo, doçura e amargor, acidez e doçura, refrescância e picância, claro e escuro, leveza e robustez;

Equilíbrio – pratos delicados com cervejas delicadas; pratos robustos com cervejas robustas.

O álcool intensifica a sensação de calor provocada pelas comidas apimentadas e, por isso, elas não se dão bem com bebidas muito alcoólicas, o que faz da cerveja seu par ideal.

O açúcar, por exemplo, ressalta a acidez da bebida. Bebidas servidas com comidas doces parecem mais ácidas e menos doces. O sal, ao contrário, neutraliza a percepção de acidez; portanto as bebidas parecem menos ácidas com comidas salgadas. Isso faz muita diferença entre vinho e cerveja na harmonização, já que os vinhos geralmente são ácidos, enquanto a maioria das cervejas não o são.

Quando elementos similares estão presentes na bebida e na comida, elas tendem a se balancear, quase a se neutralizar, e não a se amplificar; por exemplo: comida ácida com bebida ácida ou defumados com cervejas também defumadas. Quanto mais ácido for o prato, mais carbonatada deve ser a bebida. Como regra geral, é bom saber que a gordura requer sabores mais encorpados; quanto mais gordurosa for a comida, mais marcante deve ser o sabor da cerveja.

Agora algumas sugestões para combinarmos os sabores da pizza com algumas cervejas:

Mozzarella, Marguerita e Napolitana

As pizzas com queijos menos gordurosos pedem uma cerveja mais leve também, como American Lagers, Pilsens Tchecas e Alemãs, Witbiers e Wiezenbiers;

Calabresa, Peperoni e Lombo

A harmonização com pizzas que tenham embutidos irá variar de acordo com o sabor. Por exemplo, pizza de calabresa pede uma cerveja do estilo American Pale Ale, já a de pepperoni, combina bem com uma American India Pale Ale, se você gostar de comida picante, já que o amargor da cerveja irá potencializar a picância do peperoni. Pizzas com embutidos defumados harmonizam perfeitamente com cervejas que levem malte defumado em sua composição como as Rauchbiers;

Queijos Fortes

As pizzas com queijos mais gordurosos necessitam de cervejas com um potencial alcoólico um pouco maior, pois o álcool “limpa” a sensação de gordura da boca. Cervejas como Imperial IPAs, Doppelbocks, Strong Dark Ales, Russian Imperial Stouts e Barley Wines caem perfeitamente;

Pizzas Doces

Com as pizzas doces, a variação pode ser grande também. Pizzas que contenham chocolate ou frutas vão combinar com Fruit Beers, Stouts, Porters, Strong Dark Ales e Russian Imperial Stouts.

E só lembrando, são apenas sugestões e não regras! A cerveja é descolada, não vamos fazer dela algo tão formal! =P

EIN PROSIT, E ATÉ A PRÓXIMA!

Fonte: Larousse da Cerveja – Ronaldo Morado – páginas 248/249