Descubra o que as garotas do Testosterona CAM estão fazendo agora - 24 horas online

A camisa 11 do Barcelona está vaga. Na última quarta-feira, Neymar comunicou oficialmente que está de partida para o PSG. Se confirmada, a transação, estipulada em 222 milhões de euros, será disparada a mais cara envolvendo um jogador de futebol.

Sem um dos seus principais talentos, caberá ao Barça correr contra o tempo para arranjar um substituto disponível no mercado. Por enquanto, pelo menos nas rodadas iniciais do Campeonato Espanhol, quem deve ocupar a vaga deixada por Ney é Deulofeu, jogador criado nas categorias de base culé e que retorna após passagens apagadas por Everton e Milan.

Como a gente gosta de meter o bedelho onde não é chamado, resolvemos dar uma mãozinha para a direção do Barça. A seguir, sugerimos cinco ótimas opções para fazer parceria com Messi e Suárez.

Dybala (23 anos, Juventus-ITA)
O argentino é o preferido do Barça, segundo a imprensa catalã. Primeiro porque ele é o mais promissor jogador argentino depois de Messi; e segundo porque o próprio Messi estaria fazendo um lobby para a sua contratação. Taticamente, Dybala não teria problemas de encaixe. Poderia atuar aberto pela esquerda, como faz Neymar; pela direita, onde Messi costuma atuar; mais recuado, atrás do centroavante, como faz muitas vezes na Juventus, municiando Higuaín, e até como camisa 9, embora não tenha tanta presença de área.

Philippe Coutinho (25 anos, Liverpool-ING)
Camisa 10 e principal jogador do Liverpool nos últimos dois anos, Coutinho tem chances reais de se mudar para o Barcelona. De acordo com jornais ingleses, o meia já teria manifestado seu desejo de sair. Coutinho segue a linhagem de grande parte dos brasileiros que defenderam o Barça. Talentoso com a bola nos pés e dono de ótimo arremate, é fato quase consumado que faria sucesso no Camp Nou. Apesar de não ser exatamente um atacante, Coutinho poderia ocupar a faixa esquerda de campo, flutuando para o meio para auxiliar Messi e Suárez na trama ofensiva. Ele também pode atuar na de Iniesta, que na temporada passada não foi titular absoluto.

Hazard (26 anos, Chelsea-ING)
O maior driblador do futebol inglês também cairia como uma luva no Barça. Depois de jogar como segundo atacante no Lille, Hazard tornou-se no Chelsea um meia com aparições frequentes na área rival. Assim como Coutinho, atua no flanco esquerdo, logo, pode muito bem suprir a saída de Neymar.

Mbappé (18 anos, Monaco-FRA)
Certamente a maior revelação do futebol europeu na temporada 2016/2017. Hábil, veloz e com faro de gol, fez os franceses se lembrarem de Henry em seu auge. Mbappé tem sido alvo constante do Real Madrid, mas o Barcelona parece disposto a entrar na briga. Segundo atacante, prefere atuar do lado direito.

Dembelé (20 anos, Borussia Dortmund-ALE)
Mais um da rica safra de atacantes da França. Canhoto e extremamente habilidoso, Dembelé é dado como certo no futebol inglês, mas o Barça não perderia dinheiro investindo nessa joia. A questão tática nesse caso pode ser um pouco mais engenhosa. No Borussia Dortmund, Dembelé não sai do lado direito, onde tem facilidade para cortar para o meio e chutar. E é justamente nessa faixa que Messi enlouquece os zagueiros mundo afora. A exemplo de Mbappé, Dembelé é aposta para o futuro.

Leia também