Fifa divulgou nesta segunda-feira o grande vencedor do “The Best”, que premia o melhor jogador do ano. Como era de se esperar, Cristiano Ronaldo levou a melhor.

O português, que arrebatou o prêmio pela quinta vez, empatando com Messi, ficou com 43,16% dos votos válidos, muito à frente do argentino, o segundo colocado, que teve a preferência de 19,25%. Já Neymar angariou 6,97%, ou 15 votos.

(Divulgação PSG.com)

Assim como aconteceu nos últimos anos, o brasileiro ganhou a predileção da “periferia” da bola. Para se ter ideia, Neymar recebeu votos do capitão de Andorra e do técnico das Ilhas Virgens Britânicas, seleções com pouca ou nenhuma representatividade no cenário internacional.

Se não ficou nem perto do troféu de melhor do mundo, Neymar pelo menos cavou um lugar no melhor time da temporada 2016/2017, ao lado dos compatriotas Marcelo e Daniel Alves.

Confira quem votou em Neymar para melhor do mundo em 2017:

Ildefons Sola (capitão de Andorra)

Daniel Alves (capitão do Brasil)

Walter Ayoví (capitão do Equador)

Dzsudzsák Balázs (capitão da Hungria)

Randy Poleon (capitão de Santa Lúcia)

Mbwana Samatta (capitão da Tanzânia)

Lucas Alcaraz (técnico da Argélia)

Marcos Falopa (técnico Ilhas Virgens Britânicas)

Leonardo Vitorino (técnico do Camboja)

Theodore Whitmore (técnico da Jamaica)

Nicolas Dupuis (técnico de Madagascar)

Francisco Joaquim Filho (técnico das Ilhas Maurício)

Mohammed Kenadid (jornalista de Djibouti)

Michael Seium (jornalista da Eritreia)

Crofton Utukana (jornalista das Ilhas Salomão)

 

6.148