O contrato recém-assinado por Lionel Messi estende seu vínculo com Barcelona até 2021.

A renovação contratual do argentino foi um pouco demorada, mas chegaram a um acordo entre as partes e os valores são modestos.

Só que não.

De acordo com o que foi divulgado, só a assinatura do novo contrato já dá ao argentino 100 milhões de euros e mais o seu salário que será de 70 milhares de euros por ano.

O salário é equivalente a 1.35 milhão de euros por semana. Sem taxas, o valor é de 95,880 mil euros por dia. Ou seja, a cada hora são 3,995 mil.

Portanto o valor total do contrato custará 450 milhões de euros sem contar valores referentes a direito de imagem do atleta.

Mas o que seria possível comprar com toda essa grana?

Afinal são cerca de 534 milhões de dólares.

O Relógio de Paul Newman, o Rolex Daytona vendido por 17.7 milhões de dólares seria troco de bala para ele.

Avaliado como o carro mais carro de 2017 o McLaren P1 LM custa em torno de 3.7 milhões de dólares. Isto é, Messi poderia comprar um a cada 15 dias.

 

Uma das pinturas mais caras já vendidas na história é de Paul Cézanne avaliada em 250 milhões de dólares, The Card Players

A residência mais cara dos EUA é a Bel Air Spec Manor, localizada em Los Angeles tem o valor de 250 milhões de dólares. Nada mal para uma casa de férias.

 

Caso o argentino prefira algo um pouco mais reservado poderia optar pela Ilha Lisboa. Estima-se que o seu valor seja de 310 milhões de dólares. A ilha portuguesa caberia no orçamento, mas seria mais apertado.

Caso queira pensar no futuro, em busca de garantia para as próximas incontáveis gerações, Messi poderia investir na moeda Bitcoin.

Os 450 milhões de euros equivalem aproximadamente 42218.00250682 em Bitcoin.

11.969

Leia também