Testosterona Corp.

Que o futebol não só no Brasil, mas no mundo todo já virou um negócio, todos nós já sabemos, até porque conhecemos as cifras astronômicas que envolvem os salários dos jogadores, cotas de patrocínio para TV e publicidade. Mas o que estão fazendo com o calendário do futebol no Brasil beira o insano. Jogador nenhum consegue jogar em alto nível de janeiro a novembro toda quarta-feira e domingo.

Eu sei que é tradição, que existe a rivalidade local, que o Brasil tem uma quantidade absurda de times e todos querem jogar um campeonato importante, mas campeonato estadual não serve pra nada! As equipes são obrigadas a fazer míseras duas semanas de pré-temporada e já começam os jogos dos estaduais, que em alguns estados como São Paulo, são muitos.

Faria muito mais lógica reservar os primeiros meses da temporada pra que se forme um time, com esquema tático, que jogadores recém-contratados tenham tempo de entrosar com seus novos companheiros. Assim as equipes poderiam se preparar melhor não apenas pro Brasileirão, mas também para as competições continentais. Sem a carga de jogos dos estaduais cada time teria mais tempo pra se organizar e não simplesmente jogar, jogar, jogar a cada 3 dias como um bando de robôs.

No Brasil se demite um técnico porque o time está mal no campeonato estadual, sendo que o cara não teve tempo de formar uma equipe e é obrigado a fazer experimentos durante os jogos. E torcedor não fica satisfeito com um mísero título estadual, onde no máximo, existem 4 times com chances de ser campeão, e na maioria dos estados na verdade só existem 2.

Quando o assunto é calendário, defendo que o nosso calendário se adapte ao calendário do futebol mundial, é muito mais fácil mudar aqui do que querer que se mude os jogos no resto do mundo, só aqui é diferente, então somos nós que precisamos nos adaptar. Desta forma, janelas de transferência no meio do campeonato não vão levar o craque do seu time embora, fica muito mais fácil segurar um jogador por mais um tempo e também fica mais fácil reforçar o seu time assim.

Eu sei que existem campeonatos regionais em estados que não tem nenhum representante na Série A do Brasileirão, mas precisamos pensar globalmente, e certamente, o número de torcedores dos times das séries A e B do Brasileirão é muito maior do que o dos times menores Brasil afora. Que se organize campeonatos para essas equipes menores também, mas não precisamos de campeonatos estaduais com os times da elite do futebol nacional.

É preciso deixar a paixão de lado e pensar de forma mais objetiva. O mundo inteiro mudou, o futebol nos outros países evoluiu e nós continuamos estagnados na nossa própria soberba. Não somos mais o melhor futebol do mundo e não fazemos o mínimo para mudar isso.