Testosterona Corp.

Há quanto tempo você não vê uma comédia policial realmente engraçada? Os clássicos “A Hora do Rush”, “Miss Simpatia” e “As Branquelas” são todos de meados dos anos 2000. Dois Caras Legais chega aos cinemas nesta quinta-feira, 21 de julho, trazendo o colorido dos anos 70 para as telonas e devolve as risadas genuínas das quais você estava sentindo falta.

TNG_Day#50_02042015-397.dng

O filme acontece na Los Angeles dos anos 1970, quando o detetive particular sem sorte Holland March (Ryan Gosling) e o truculento justiceiro Jackson Healy (Russell Crowe) tornam-se uma dupla contra todas as possibilidades. Trabalhando juntos, eles precisam encontrar uma garota desaparecida que parece ter um alvo desenhado em suas costas. Estará o caso dela ligado ao da violenta morte da estrela pornô Misty Mountain em um acidente de carro? Durante a investigação, March e Healy começam a revelar uma conspiração chocante que chega até os mais altos escalões do poder… e que pode muito bem levá-los à morte.

dois-caras-legais-filme

Clássico, mas não convencional

Com direção e roteiro de Shane Black (Homem de Ferro 3), Dois Caras Legais marca a estreia do vencedor do Oscar, Russell Crowe (Gladiador, Uma Mente Brilhante), no gênero comédia. “Você tem um personagem que está numa ladeira moral bem escorregadia e outro que quer ser eficiente. Então, em um certo sentido, é aquela história clássica de dois caras que juntos fazem um homem inteiro. Mas também não é nada convencional, e foi isso que despertou o meu senso de humor”, revela Crowe.

Para Matt Bomer, é um milagre os detetives sobreviverem no filme, pois são muito imprevisíveis e desnorteados, trazendo situações inesperadas para um assassino como John Boy e é isso que deixa o longa divertido. A pequena Angourie Rice que vive a filha de Holland March, garante que é sensacional fazer parte de Dois Caras Legais e, em especial, atuar ao lado de Crowe e Gosling.