Mad Men é uma das séries mais aclamadas dos últimos tempos, vencedora de inúmeros prêmios e com milhares de fãs no mundo inteiro, é definitivamente, uma série que você precisa assistir. A história se passa em Nova York, no início dos anos 60, dentro de uma agência de publicidade. Com extremo rigor em relação a cenários e figurinos, o seriado descreve este ambiente, de muita criatividade e competição, mas também mergulha na vida pessoal dos principais personagens – os sócios da agência, o diretor de criação, os publicitários em início de carreira e as secretárias.

mad-men

Muito mais do que uma história sobre publicitários, Mad Men retrata o comportamento da sociedade americana durante toda uma década ao longo de 7 temporadas. Pra exemplificar melhor, listei 5 motivos pelos quais você vai gostar da série. Mas lembro que é preciso ter paciência ao assistir, já que o andamento dela é lento, e não há tanta ação em si, com a trama girando em torno de relacionamentos pessoais.

Você vai querer ter vivido nos anos 60

Particularmente, acho que os anos 60 e 70 foram incríveis e impactam muito na nossa sociedade até hoje, é bem legal ver como era a vida naquela época, como os valores mudaram desde então. O Figurino, os carros, tudo em Mad Men recria com muita competência a época.

Acontecimentos reais foram utilizados ao longo da série pra situar os personagens e mostrar como aqueles fatos impactaram na vida das pessoas daquela época. Você vai acompanhar desde a morte de Marilyn Monroe, o assassinato de Luther King, a guerra fira, até a disputa presidencial da Família Kennedy como plano de fundo pra história de vida de Don Drapper e seus colegas de trabalho. Num contexto geral. Mad Men é sobre a mudança comportamental das pessoas entre as décadas de 60 e 70. Política, luta das mulheres por independência, racismo, tudo isso é mostrado de forma sutil (ou nem tanto) em Mad Men.

Todas as características estão ali: as drogas; os cigarros; as bebidas; os jargões; a moda; o sexismo; a homossexualidade escondida; o racismo; e, é claro, as propagandas. ou seja: é uma viagem no tempo!

A trilha sonora também acompanha a evolução da década

Mad Men retrata a vida entre os anos 60 e 70, e se você prestar atenção, toda a trilha sonora através das temporadas também acompanha a evolução musical da época, temos Bob Dylan nas primeiras temporadas, Beatles, Roy Orbinson, David Bowie já perto dos anos 70. Pra quem gosta de música vale a pena perceber como a música foi importante naquela época.

drapper hendrix

Você vai conhecer os bastidores do mercado publicitário

Pra quem gosta de publicidade, Mad Men é um prato cheio, você vai acompanhar desde as reuniões das agências com os clientes, a criação de campanhas, o casting pra escolher atores pra comerciais, e não pense que este é um mercado glamoroso, a parte suja por trás de tudo também é mostrada. Campanhas de grandes marcas que estão até hoje no mercado são citadas sempre.

Assistir a Mad Men é mais do que ver um seriado sobre publicidade: é um misto de entretenimento com aula de sociologia e teoria da comunicação. Entender como a sociedade evoluiu ao longo dos anos nos faz enxergar com mais clareza a nossa própria transformação, e entender este processo faz toda a diferença na publicidade.

Você vai amar e odiar Don Drapper

O personagem principal de Mad Men é um verdadeiro mistério, e talvez seja um dos personagens mais controversos da televisão, ao lado de Walter White e Tony Soprano. Ele não é uma má pessoa, mas está muito longe de ser um santo, Don Drapper sabe seduzir as mulheres, da mesma forma que sabe trocá-las por outras. Don sabe seduzir seus clientes e também sabe deixa-los na mão quando seu egoísmo e orgulho dão as caras. Ele é genial, talentoso e ao mesmo tempo egocêntrico, cafajeste e arrogante. Essa mistura faz dele um personagem ímpar, em alguns momentos você simplesmente não o entende e não sabe nem se deve torcer por ele.

Os outros personagens também são cativantes

Apesar de Don ser o grande personagem da série, muitos outros personagens são importantes e suas histórias cativam. Desde as ambiciosas Peggy Olsen e Joan Holloway, como os redatores, diretores de criação e sócios, todos trabalhando na mesma agência de Don Drapper. Você só precisa resistir ao andamento bastante arrastado da série, que pode até desanimar um pouco na primeira temporada, mas ao longo das temporadas fica impossível não se apegar às histórias em Mad Men. As relações pessoas são a base pra construção de cada personagem, e é impossível você ficar indiferente a eles. O roteiro é possivelmente o maior trunfo de Mad Men, por criar situações e dramas absolutamente intrigantes. Nenhum personagem da série, nem mesmo as crianças, são unilaterais. Todos têm sua dualidade, suas camadas de caráter ou falta dele.

2.015

Leia também