Se você não vive dentro de uma caverna, você provavelmente ficou sabendo que o Super Bowl aconteceu nesse domingo, dia 5 de fevereiro, e que o New England Patriots venceu mais um campeonato, numa virada que entrou para a história. Se você gostava de futebol americano antes, ou começou a gostar agora, e quer ver uma série de TV mais ou menos sobre o assunto, hoje eu trago uma indicação para você: The League.

The League é uma série sobre um grupo de amigos nos seus trinta anos que fazem parte de uma Liga Fantasy de Futebol Americano. Os episódios da série de humor basicamente giram em torno da liga em si, e dos problemas e confusões em que cada um dos membros dela se metem, como aquele eterno problema que os caras da minha idade encontram, tentando encontrar o equilíbrio entre fazer coisas que você fazia quando era mais jovem e amadurecer, ter um trabalho fixo, formar família, etc.

Como a série é voltada para o público masculino, as piadas podem não ter tanta graça assim para as mulheres, já que, em boa parte delas, o que é explorado é aquele lado de adolescente retardado de 12 anos que todos nós conservamos provavelmente pelo resto da vida. Cada personagem do grupo de amigos de The League é único, como Pete, o personagem principal, que foi três vezes campeão da liga e volta e meia tenta sacanear os colegas menos espertos de liga em conseguir jogadores melhores, seja oferecendo bons jogadores, seja em situações da vida que podem ou não ser resolvidas por meio de uma troca.

Todos lutando por The Shiva

Como a liga fantasy de The League já existe antes da série, e faz parte da “mitologia dela”, o prêmio supremo pela vitória no campeonato é nada menos do que The Shiva, um troféu criado nomeado em homenagem a Shivakamini Somakandarkram, uma ex-colega de colégio de Pete, Kevin e Rodney que tirou a virgindade de Kevin no carro da mãe de Pete enquanto ouvia Aerosmith. Shiva não sabe que o troféu foi nomeado em homenagem a ela, e alguns dos melhores episódios da série giram em torno dessa piada interna do grupo.

Genials

Outro ponto muito legal da série são as músicas de Jon Lajoie, aquele cara que fez a música do Show Me Your Genitals, que compõe músicas para os episódios, e que interpreta Taco McArtur, um maconheiro completamente burro e que pouco liga para as obrigações da sua vida. Ele tenta lançar uma empresa mais fracassada que a outra durante a série. Taco é sustentado pelo irmão mais velho, Kevin, e tem alguns dos momentos mais geniais da série. The League ainda conta com aparições de diversos jogadores e ex-jogadores da NFL durante os episódios, como Adrian Peterson e Terry Bradshaw.

De quantas temporadas estamos falando mesmo?

The League conta com, ao todo, 7 temporadas, e infelizmente não é a série mais fácil de se encontrar para assistir, mas vale todo o esforço necessário para isso. Se você está com vontade de assistir a uma série de comédia, gosta de futebol americano (ou até de esportes americanos em geral, já que não é obrigatório gostar de futebol americano para gostar da série) e ainda tem um adolescente piadista dentro de você, fica a recomendação. Você não vai se arrepender e provavelmente vai vir aqui me agradecer no futuro.

325