O Ashley Madison foi vítima de um roubo de dados recentemente, que acabou expondo e prejudicando uma série de usuários do serviço. Como era de se esperar, esses usuários foram à justiça, e agora vão ganhar uma pequena bolada pelo incômodo.

Em anúncio à imprensa feito pela Ruby Corp, detentora do Ashley Madison, declarou que vai pagar cerca de 11,2 milhões de dólares aos usuários afetados pelo vazamento de informações, o que dá cerca de 3,5 mil dólares por pessoa.

Mercado do sexo movimentando dinheiro

Segundo o anúncio, o valor representa cerca de um quarto da receita da empresa no ano, ou seja, o vazamento doeu bastante no bolso deles, já que a empresa ainda teve que investir em segurança para evitar vazamentos futuros. O curioso, é que depois do vazamento de dados, o site registrou um aumento no número de mulheres cadastradas.

No Brasil, outras redes sociais de sexo surgiram, como o Sexlog.

Quanto você acha que seria uma indenização justa para esse tipo de acontecimento?

Leia também