Definitivamente, é um ano de muitas mudanças para a Playboy. Desta vez, a jornalista americana Noor Tagouri fez história nos EUA ao se tornar a primeira mulher muçulmana a posar para a revista usando véu.

Como você sabe, a publicação americana deixou de veicular imagens de mulheres nuas, como parte de uma nova estratégia de mercado. Então, Tagouri, de 22 anos, posou vestida.

Mensagem polêmica

Ela é filha de imigrantes líbios e conhecida pelo ativismo on-line, incluindo uma campanha para se tornar a primeira apresentadora de TV muçulmana a usar véu em uma emissora comercial nos EUA. Em entrevista, ela diz que a decisão de posar para a Playboy foi uma oportunidade de desafiar as percepções sobre mulheres muçulmanas e de usar a revista para propagar uma mensagem contrária a objetificação sexual feminina.

“Eles (a revista) ficaram conhecidos por sexualizar as mulheres. Não haveria maneira melhor de compartilhar minha mensagem do que usar a frente em que as pessoas fazem justamente essa objetificação”, diz ela.

Enquanto algumas mulheres apoiaram Tagouri por quebrar padrões, outras acharam que o ensaio ainda é contrário aos princípios da religião, apesar de ela aparecer vestida nas fotos.

Sonho e persistência

Tagouri estará na edição de outubro da publicação, como parte da série “Renegados”, que mostra pessoas que “arriscaram tudo, até suas vidas, para fazerem o que amam”.

Atualmente, ela trabalha como repórter na empresa Newsy, que produz notícias em vídeos, mas sonha em ser a primeira âncora de telejornal usando um hijab na TV americana. “Ser uma mulher de hijab me dá confiança. Sei como é ser mal interpretada na imprensa. Não farei isso com os outros”, disse à Playboy.

Descubra o que elas estão fazendo agora