Testosterona CAM - 24 horas online.

É com orgulho que apresentamos a Testosterona Girl Barbara Costa, com fotos de Jardel Rodrigues

 

Este é o ano de Barbara Costa. A atriz e camgirl de 28 anos pode ser baixinha, mas não é fraca. Foi uma das grandes vencedoras do Prêmio Sexy Hot em 2016, o “Oscar do Pornô brasileiro”, e não para de fazer sua estrela brilhar desde então. Ela levou três estatuetas, entre elas, a de Melhor Filme Hétero.

20

Ela conta que é atriz de filmes adultos “há 6 anos, entre idas e vindas” e que tudo começou por um ato de rebeldia contra um ex-namorado: “Naquela época não fazia ideia de como o pornô era, eu fiquei interessada em fazer porque queria me vingar de um ex-namorado que era amante do pornô. Eu ainda estava machucada e era imatura, não imaginava como isso seria irreversível na minha vida”, desabafa.

+ A vida de atriz pornô: entrevistamos duas candidatas ao Prêmio Sexy Hot

Geek de carteirinha e tatuagens, acaba de lançar um canal de gameplay e já está fazendo sucesso: “Eu preciso pagar meus boletos e eu os pago com o que sei fazer melhor e no que fui premiada. A cultura geek e os games são um hobby pra mim, eu amo tudo que existe nela como um fã ama sua banda, da mesma forma como ele vai aos shows, eu vou aos eventos, como BGS, Anime Friends, UP abc, DSX, Comic Con e outros”.

18

Aposentadoria

Apesar do bom ano, Barbara anunciou recentemente que vai deixar o segmento adulto para focar no trabalho como youtuber. Sua última cena será gravada no sábado (5) com a produtora Xplastic, com a qual ela confirmou que se despede.

“Todo mundo sofre preconceito, mas eu não deixo de fazer minhas coisas por causa disso. Eu nunca fui ambiciosa – preguiçosa sim, sempre fui – mas aprendi a lidar com todas essas situações. Faço o que tenho que fazer e sigo as regras: não matar, não roubar e não prejudicar a vida de ninguém, a não ser que seja a própria”, compartilha.

1

6

Pedimos bis!

O fotógrafo Jardel Rodrigues faz sua estreia aqui no Testosterona com o ensaio da Emme White, mas não é de agora que ele clica mulheres sensuais. “Meus primeiros trabalhos foram com stripers de algumas casas de São Paulo. Começou em 2010. Fui trabalhar em uma balada e acabei por conhecer uma striper de quem fiz umas fotos, ela adorou e marcamos, depois foi indicando para as amigas e foi ai onde tudo começou”, conta.

Para Jardel, o maior desafio em fazer fotos sensuais é fazer o leitor entender a diferença entre o sensual e o vulgar. “O que mais gosto nas minhas fotos é o elogio que recebo, referente ao lado artístico da imagem sensual. Os comentários são sempre positivos, inclusive a maioria de mulheres. Isso é o que realmente vale”.

410 1213 17 19

Veja mais fotos do ensaio da Baraba Costa aqui