Abrimos outubro com a ousadíssima Emme White pelas lentes do fotógrafo Jardel Rodrigues

 

Você com certeza já deve ter visto esse nome pelas redes sociais. Emme White é camgirl e atriz de filmes adultos e vem fazendo sucesso nas produtoras e sites brasileiros nos últimos meses. Caseira e com seus 35 anos bem vividos, ela não abre mão dos programas que envolvam o “conforto do lar”: “Gosto de ficar em casa assistindo a séries e filmes. Mas também gosto de sair pra ir ao cinema, dar uma caminhada no parque, tomar uma cervejinha com os amigos, comer, dançar, cantar…”.

emme-white-20

Beleza e atitude

Emme conta que, antes de acertar a profissão, chegou a tentar se enquadrar no “mercado tradicional”. “Comecei algumas faculdades e não me encontrei em nenhuma. Cheguei a trabalhar como cantora e bailarina, mas escolher a arte como ganha-pão é um caminho difícil. Muito investimento pra pouco retorno. A idade foi passando e eu precisava ganhar dinheiro”.

“Como sempre fui desinibida e bem resolvida com meu corpo, prezo pela liberdade, gosto de sexo e sou a favor das mulheres fazerem o que quiserem sem medo de serem julgadas, resolvi unir o útil ao agradável. Parei de tentar me encaixar no que a sociedade esperava de mim e resolvi usar minha sensualidade como forma de sustento. Comecei como camgirl e ano passado comecei também a posar nua e fazer filmes pornô”, explica.

Respeito

Preconceito? Ela sabe bem o que é e não leva desaforo pra casa: “Sofri preconceito da minha família, que desaprova o que faço. Mas quando ponho algo na cabeça bato o pé e quem quiser ficar perto de mim ou se adapta ou se afasta. Não sou eu que tenho que aprender a lidar, são os outros que precisam aprender a abrir a mente e serem mais flexíveis com aquilo que desconhecem. Ninguém é obrigado a gostar, mas respeito é direito de todos”.

emme-white-15emme-white-31

Jardel Rodrigues faz sua estreia aqui no Testosterona, mas não é de hoje que ele clica mulheres sensuais. “Meus primeiros trabalhos foram com stripers de algumas casas de São Paulo. Começou em 2010. Fui trabalhar em uma balada e acabei por conhecer uma striper de quem fiz umas fotos, ela adorou e marcamos, depois foi indicando para as amigas e foi ai onde tudo começou”, conta.

Para Jardel, o maior desafio em fazer fotos sensuais é fazer o leitor entender a diferença entre o sensual e o vulgar. “O que mais gosto nas minhas fotos é o elogio que recebo, referente ao lado artístico da imagem sensual. Os comentários são sempre positivos, inclusive a maioria de mulheres. Isso é o que realmente vale”.

emme-white-22

E será que a Emme gostou de entrar pro time de Testosterona Girls? “Eu amei o resultado! Gosto de modelar também e, apesar de gostar de ficar pelada, também curto essa pegada da sensualidade sem precisar mostrar nudez, sabe? Acho importante saber transitar entre o sensual e o explícito. Me senti super à vontade no ensaio, já havia feito fotos com o Jardel, que é um super profissional, e foi só alegria! Fora que acompanho o blog há tempos, então adorei me tornar uma Testosterona Girl!”.

emme-white-10emme-white-39emme-white-18emme-white-13  emme-white-29 emme-white-36emme-white-40emme-white-24

Veja o ensaio completo da Emme White aqui!