como-harmonizar-vinhos-com-carnes

Vinho é o tipo de coisa que parece muito fora da nossa realidade saber escolher e acertar e harmonizar. Os leigos, como eu, no geral, sabem do que gostam e do que não gostam, vão mais pela dedução e experiências. Mas existe todo um estudo para isso, nós sabemos.

Para ajudar com essa missão, começando por uma harmonização não tão delicada, a Jessica Marinzeck, sommelière da Evino, um dos principais e-commerces de vinhos do país, ajudou a gente a escolher um vinho legal para combinar com carnes exóticas, como cordeiro, cabrito e lombo suíno. É um bom começo, não? Então confira:

CARNE DE CORDEIRO 

Se a opção for por carnes mais exóticas, como as de cabrito e cordeiro, a dica da Jessica Marinzeck são os vinhos tintos. Eles podem ser mais ou menos intensos, de acordo com o tipo de carne, sua acidez, teor de gordura e, principalmente, pelo tempero utilizado.

A carne de cordeiro, que tem seu consumo bem mais difundido no País e é rica em gorduras boas, pede um vinho tinto mais fresco e com taninos macios. A sugestão da sommelière é o Sette Aje Nerello Mascalese, tinto italiano de vermelho rubi intenso, com aroma de cereja e morangos.

CARNE DE CABRITO

Para acompanhar o cabrito em especial, que ganha cada vez mais espaço na mesa do brasileiro por ser uma carne magra, a indicação é um tinto encorpado, como o LaudunChusclan Luna Elements Côtes Du Rhône. De origem francesa, o rótulo acompanha muito bem carnes vermelhas e assadas. Com taninos sutis, tem um visual vermelho profundo com reflexos de granada. No nariz, aromas frutados, com destaque para a cereja e o figo.

LOMBO SUÍNO

Outra carne que marca presença na mesa do brasileiro é o lombo suíno. Para acompanhar o lombo a indicação é o consumo de um vinho mais fresco, com taninos suaves e sendo mais fácil de beber. Uma boa dica é o tinto francês Seigneur Jean de Roze Pays D’Hérault Monts de la Grage. Com visual vermelho profundo e reflexos rosados apresenta aroma de frutas vermelhas, principalmente framboesas.