E ae galera, beleza? Hoje tenho um post instrutivo para as mulheres. Através de algumas pesquisas envolvendo algumas cobaias, identifiquei um padrão de informações que as mulheres nunca deveriam fornecer a nós, homens.

Se você, mulher, quer ficar com um rapaz qualquer aí, esse post vai ajudá-la a falar menos merda, afinal, vocês não vão conseguir simplesmente parar de falar merda pra sempre. Então, dos males, o menor.

Algumas informações devem ser RETIDAS por vocês. Não nos digam, mintam, ou mudem de assunto: todo mundo sabe que relacionamentos são baseados em mentiras. Abaixo, as principais informações que nunca terão uma resposta apropriada para nós, homens:

1- Quantos anos você perdeu a virgindade:

Jamais dê uma resposta abaixo de 18. Não queremos a ideia de que você já deglutia jurebas na idade que nossas irmãs e primas brincavam de bonecas.

2- Certas fantasias sexuais (ménage a trois com dois homens):

Um homem não suporta a ideia de dividir a mulher que JÁ TA COM ELE com outro cara. Se você curte levar múltiplas roliçadas, não peça para o rapaz que está com você: deixe isso para uma festa irresponsável, com bastante bebida e homens desconhecidos e excitados.

3- Quantos parceiros sexuais você já teve:

Essa reposta nunca será agradável. Você NÃO pode dizer nenhum, porque acreditamos em mulheres virgens assim como em Corinthinas na final da Libertadores. E qualquer número maior que 1 já é motivo pra tristeza: “Três?! Você tem apenas 28 anos e já deu pra três?! É com isso que eu ando me metendo, é?!”.

4- Já ficou com um conhecido do cara:

Uma coisa é começarmos a ficar com você sabendo disso. Outra é só depois de 10 dias sabermos que andamos beijando a piroca do nosso colega de trabalho por tabela. Se não contou antes, não conte NUNCA.

5- Qual o maior pinto que vocês já viram:

Se não é o nosso, não precisamos saber. Que utilidade essa informação teria para a gente? A propósito, mintam! Pelo menos reconheceremos que vocês se importam o suficiente para tentar nos fazerem sentir bem.

Com isso em mente, não tem erro! Além da companhia de vocês se tornar levemente mais agradável, teremos ainda o doce prazer de não saber de nada. Continuem fazendo o de sempre, que tudo ficará bem: lavar a casa, pegar cerveja e fazer boquete.

Não se esqueça de seguir o Dr. Fleury no Twitter para novas pesquisas do universo masculino!

“Nunca se esqueça: as feias também amam… elas só não são amadas” Dr. Fleury