xiaoli
A crise financeira tem afetado os quatro cantos do planeta, fazendo que as pessoas acabem tomando decisões extremas para conseguir viver, mas uma chinesa talvez tenha ido longe demais com seu plano mirabolante. Ela mantinha relacionamentos amorosos com 20 rapazes diferentes, e convenceu todos os namorados a presenteá-la com o novo modelo do iPhone. Após ganhar os aparelhos dos namorados, a jovem vendeu todos os smartphones e, com o valor arrecadado, comprou uma casa!

A história chegou à mídia após um post anônimo chamar a atenção dos internautas na China. Na texto, uma mulher diz que trabalha com a jovem, apelidada de “Xiaoli”, e que se lembra de como a colega pediu para que os namorados comprassem o iPhone 7 como presente. Mas Xiaoli gostava bastante de namorar, e tinha relações com nada menos que vinte homens diferentes. Depois de revender todos os aparelhos num popular site chinês, chamado Hui Shou Bao, a jovem conseguiu juntar mais de 120 000 yuan chineses, cerca de 17 720 dólares ou 58 000 reais.

Embora o plano pareça uma grande loucura, a BBC entrou em contato com o popular site chinês de revendas e eles confirmaram que receberam 20 iPhones de uma cliente mulher, pagando cerca de 857 dólares (2 775 reais) por aparelho. O serviço, no entanto, negou-se a dar o contato de “Xiaoli”, revelando que ela não tem interesse em comentar o caso publicamente: “O dia a dia dela foi afetado por causa da atenção da mídia e ela não quer que as publicações continuem reportando esta história“, dizia um comunicado.

Com a grana, “Xiaoli” decidiu que era a hora de comprar uma casa. “No escritório, todos só falam sobre isso. Não consigo imaginar o que os namorados dela estão pensando agora que a história é pública“, disse a colega de trabalho. A mulher também revelou que a mulher não é de uma família rica: “A mãe dela é dona de casa e o pai é um trabalhador imigrante. Ela também é a filha mais velha. Os pais dela estão cada vez mais velhos, e ela poderia estar sob pressão para comprar uma casa para eles. Mesmo assim, ainda é inacreditável que ela tenha escolhido este método“, avaliou.

Desde a sua publicação, a história da jovem “empreendedora” já foi compartilhada mais de 30 milhões de vezes na rede social chinesa, o Weibo.

what

Fonte: BBC