grandpa-playing-video-games

De acordo com um estudo feito na North Carolina State University, na Carolina do Norte, nos EUA, idosos que jogam videogames podem apresentar níveis mais elevados de “bem-estar emocional”.

Para elaborar a pesquisa, 140 pessoas de 63 anos ou mais foram questionadas sobre a proximidade com a tecnologia e a frequência que passam à frente do videogame. Após essas questões, os participantes passaram por testes que mediam o nível de bem-estar social e emocional.

Foi apontado que 61% dos entrevistados são jogadores ocasionais, enquanto 35% joga pelo menos uma vez por semana. Os que jogam semanalmente apresentaram níveis de bem-estar superiores aos que jogam ocasionalmente. E, em contrapartida, idosos que não têm contato nenhum com videogames são os que mais apresentam emoções negativas e tendência a altos níveis de depressão. A pesquisa não diz se esses idosos com tendência a depressão fazem outras atividades ou têm o hábito de praticar jogos de algum outro tipo.

“A pesquisa publicada sugere que existe uma ligação entre jogos e o melhor funcionamento do emocional e bem-estar de uma pessoa. Estamos planejando estudos para determinar se jogos digitais realmente melhoram a saúde mental de idosos”, explica Jason Allaire, autor do artigo e professor associado de psicologia na NC State.

Fonte: NC State University