Mais uma do Instagram. Dessa vez, acusados até de promover a gordofobia, a rede social baniu a hashtag “#curvy” (curvilínea), que era usada por mulheres com curvas, em sua maioria consideradas acima do peso, para demonstrarem orgulho de seus corpos.

O Instagram alegou que a hashtag era usada para exibir conteúdo sexualmente explícito (o que é proibido por lá), justificando que milhares de fotos pornográficas eram associadas a ela. Um ponto apontado na repercussão do caso na internet foi que hashtags como #skinny e #thin ainda funcionam e que elas, além de também reunirem nudez, exibem perfis que as utilizam para encorajar a anorexia e bulimia. Tanto que, quando você buscar por essas hashtags, aparece uma mensagem alertando que “as imagens podem apresentar conteúdo explícito” e direcionam a um link caso você queira informações ou apoio sobre distúrbios alimentares.

testosterona_girls15
O mais estranho é que existem outras várias hashtags com fotos muito “piores” e foram banir logo a que era usada justamente para a valorização e empoderamento da mulherada. Algumas como #toplesstuesdays  e #titsfordays

Política de restrição
Não é a primeira vez que o Instagram causa polêmica com sua rígida política de restrição (que muitas vezes não entendemos). Teve o caso da escritora que aparecia deitada na na cama com o pijama sujo de sangue pela menstruação, em março desse ano; a gordinha que postou foto de lingerie e teve a conta deletada em julho de 2014 (devolveram a conta, mas a foto não); a cantora Rihanna postou a foto da capa de uma revista em que ela estava com os mamilos de fora e teve a conta deletada em maio de 2014 (ela só voltou à rede social seis meses depois); váááários casos de topless básicos e até meros pelos pubianos já foram motivo de caos no Instagram (relembre 10 aqui).

As mulheres reagiram
Com essa proibição, blogueiras e modelos plus size começaram a se mobilizar e postar fotos de suas curvas usando hashtags alternativas, como #curvee (#curva), #bringcurvyback (#tragacomcurvasdevolta), #everybodyisbeautiful (#todomundoébonito), e outras, para promover a beleza das gordinhas ou de qualquer mulher que se ame com as curvas que tem.

Aproveitando o episódio, lembramos que o Testosterona valoriza a beleza de todas as mulheres e tanto somos a favor das curvas que criamos uma hashtag para as leitoras participarem e apoiarem a causa. As fotos enviadas pelo Twitter com #QuartaDasCurvas estarão no próximo post de leitoras do Blog!