Em fevereiro de 2002, com 20 anos e no 200º posto do ranking mundial, Na Li largou o tênis e foi estudar. O diploma de jornalista só viria em 2009. Antes disso, em 2004, voltou ao circuito e brilhou. Em 2011, conquistou Roland Garros. Hoje, com 30 anos, ganhou o rótulo de veterana. Agora, no top 10, não fala em parar, mas já diz que sonha ser dona de casa.

– Talvez eu fosse dona de casa (se não tivesse voltado ao circuito). Mas eu retornei ao tênis, então… Mas ainda posso perseguir esse sonho quando me aposentar. Vou cuidar do meu marido e dos filhos também – disse, em Istambul, a atual número 8 do mundo, que disputa a partir desta terça-feira o WTA Championship, torneio que reúne as oito melhores tenistas da temporada 2012.

– Eu sou só tenista, então posso me concentrar apenas no tênis, mas acho que posso ser uma boa dona de casa também. Tênis é um esporte muito duro, então se eu sou boa nisso, acredito que posso ser boa como dona de casa também. É um novo desafio. Vamos ver.

Fonte: Globo