De acordo com a ciência, homens com voz fina, tipo o Anderson Silva, levam desvantagem na hora da paquera. Um estudo da Universidade Northumbria, na Inglaterra, descobriu qual é o tom de voz masculino perfeito para parecer mais atraente.

Os pesquisadores convidaram seis homens para participar do estudo. Cada um gravou a frase ?Oi, tudo bem?? (?Hello, how are you??) com a sua voz normal. Os participantes tinham um frequência vocal próxima da média masculina, que é de 120 Hz. Quanto maior o número de Hz, mais fina a voz e quanto menor a frequência, mais grave.

Os cientistas criaram efeitos sonoros em cima das vozes dos participantes. Cada um acabou com quatro versões da sua própria voz: a original, uma mais fina (25 Hz a mais), uma mais grave (-25 Hz) e outra bem mais grave (-50 Hz). Depois, as versões foram misturadas e mostradas aleatoriamente a um grupo de 40 pessoas, 20 homens e 20 mulheres. Aí, eles avaliaram o quanto a voz era atraente, dando notas de 1 a 7.

Os homens receberam notas mais baixas quando a voz foi alterada para ficar mais fina. A princípio, os cientistas acharam que, quanto mais grave a voz, mais atraente seria o homem. Não foi bem assim – todos eles receberam notas mais altas quando a voz ficou -25 Hz mais grave. Mas quando extrapolaram a alteração para -50 Hz, os voluntários já começaram a achar menos sexy e mais esquisito.

Os pesquisadores fizeram os cálculos e concluíram que o pico de atração acontece com vozes a 96 Hz – frequência média parecida com a do ator Jon Hamm, o Don Draper na série Mad Men, que você pode ouvir no vídeo abaixo.

Leia aqui o estudo completo

41