Fãs de heavy metal podem até passar um imagem de que são mau humorados e sombrios, afinal eles estão sempre de preto, mas a verdade é que eles são pessoas mais felizes, é o que aponta um estudo com adultos que curtiram heavy metal na adolescência, o resultado aponta que eles tiveram uma juventude mais feliz e mais equilibrada, o que resulta em adultos mais saudáveis.

O estudo divulgado pelo jornal americano especializado em medicina “Self and Identity” analisou 387 adultos: 154 que ouviam metal na década de 80, 80 que ouviam diferentes tipos de música, e 153 estudantes universitários da Califórnia.

Descobriu-se que os metaleiros relataram níveis mais elevados de felicidade quando jovens e também eram menos propensos a ter arrependimento de coisas que haviam feito na adolescência. A chave para essa felicidade, aponta o jornal, pode estar no senso de comunidade. “O apoio social é um fator crucial de proteção para jovens problemáticos”, apontaram os pesquisadores. “Os fãs e músicos puderam experimentar altos níveis de emoção em grupo”. A ironia do estudo é que o metal era considerado corrosivo para os valores morais da década de 1980.

 Confira o estudo completo aqui

296