Você deve se lembrar da polêmica cirurgia íntima que a Geisy Arruda fez. Se não, ajudamos: ela posou para a revista Sexy pela primeira vez em 2009 e tinha os lábios vaginais que ficaram conhecidos por lembrarem uma “couve-flor”. Há dois anos ela resolveu “reparar” isso e fez uma cirurgia chamada ninfoplastia. O resultado saiu este ano, em abril, quando ela posou nua novamente para a Sexy.

Não vamos dar o antes e depois aqui pra você, mas é bem fácil de achar essas páginas na internet. O fato é que, através dela, a cirurgia ficou bastante falada aqui no Brasil e, ao que tudo indica, com outras subcelebridades adotando o método, a mulherada está indo atrás disso também.

Por quê? Entre outros fatores, a mudança está diretamente ligada à autoestima da mulher e reflete na melhora da sua vida sexual.

geisy-arruda-capa-da-sexy-2
Quem alertou para o aumento da procura foi o Dr. Henrique Lopes Arantes, cirurgião plástico de São Paulo e membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, que percebeu um crescimento de 20% da procura só no seu consultório. Ele afirma que, nos Estados Unidos, a procura foi de 10% a mais no último ano.

Mas vamos ao que interessa: o que isso muda na sua vida?

Dependendo do ponto de vista, muda tudo. Segundo o Dr. Henrique, mulheres insatisfeitas com a forma e a aparência de suas genitálias podem sofrer um prejuízo emocional. Elas acham que têm algo diferente do padrão e evitam colocar roupas justas e biquínis, e se sentem constrangidas diante dos parceiros: “Isso pode causar alterações da autoestima e prejudicar a sexualidade, além disso, pequenos lábios muito grandes podem dificultar a relação sexual e causar dor”, comenta Dr. Henrique.

monique-amin-sexy

Monique Amim, ex-BBB, aparentou ter feito a cirurgia, mas negou

Existe um “tamanho ideal”?

Se ao ler isso você se perguntar “será que minha parceira precisa de uma cirurgia dessas”, fique sabendo que não existe um tamanho padrão ou ideal.  “O importante é deixá-los simétricos e sem flacidez. Usamos como referência os grandes lábios para definir o tamanho dos pequenos lábios”, explica o cirurgião.

Posso sugerir a cirurgia pra minha parceira?

Se vocês tiverem um bom nível de intimidade, ou se já conversaram sobre isso e ela já comentou que não gosta ou que se incomoda, sim! Do contrário, ela pode ficar ofendida ou chateada e começar a implicar com uma coisa que não é problema nenhum. É mais por uma questão de melhorar a autoestima dela.

O Dr. Henrique explica que há um fator genético e racial que determina tamanho e coloração dos lábios vaginais e que, geralmente, alterações hormonais da gestação e da menopausa afetam muito o volume, flacidez e coloração,sendo que em alguns casos, podem prejudicar a relação sexual por causar dor.

Se a situação dela for uma dessas, pode pensar em procurar um médico: “Não há contra-indicações para a cirurgia. O importante é realizar um diagnóstico correto da alteração anatômica e corrigir, sem exageros”, sugere.

andressa-urach-sexy

Andressa Urach fez cirurgia para redução do clitóris, por conta do uso de anabolizantes

É uma cirurgia arriscada?

Não, mas não dá pra sair transando logo de cara. De acordo com o Dr. Henrique, a cirurgia demora uma hora e realizada sob anestesia local com sedação. O excesso dos pequenos lábios é retirado e a sutura é feita com pontos absorvíveis, que não precisam ser retirados. “Após a cirurgia é recomendado evitar esforço físico e ter abstinência sexual por 14 dias. A recuperação ocorre em sete dias. A Ninfoplastia pode ser realizada em pacientes a partir dos 18 anos”, diz o especialista.