Recentemente uma escritora americana recebeu um recado nada simpático de um dos “reis do Instagram”, a quem ela atacou em uma postagem no site Accultured. Com o título “Por que você deve odiar os reis do Instagram”, Chelsea Samelson sugere que, além de“mulheres que se prezem”, os homens é que deveriam ter raiva deles.

reis-instagram

O que ela diz é que esses “playboys” são uma “paródia” que zombam de todos os símbolos viris e masculinos. Os caras em questão são Dan Bilzerian e Tony Toutouni (@lunatic_living). Dan é o já famoso jogador de poker, filho de um empresário da Wall Street, que também ostenta mulheres, carros, jatinhos, iates armas, dinheiro, etc.

Para os seguidores, o empresário milionário Tony é como um concorrente de Dan na disputa de postagens na rede social. Tony contou em entrevista ao jornal Daily Mail Online que fez sua fortuna depois de comprar uma casa noturna em Hollywood quando tinha 19 anos. Depois do sucesso da casa, ele a vendeu e investiu em outra. E assim com bares, restaurantes, concessionárias de carros, etc.

Em um trecho do texto, Chelsea escreve sobre o que acredita ser transmitido por eles aos seguidores com essas publicações:

“[…] sua mensagem aos homens é: não pensem, não trabalhem, não tentem e não façam nada que um homem poderia fazer. Em vez disso, é só herdar uma grana, comprar umas armas e mulheres, e você já fez tudo o que você precisa fazer como um homem. Porque afinal, o homem nada mais é do que um pênis e um dedo em gatilho, certo?”

reis-instagram4E sobre as mulheres das fotos, dispara:

“É claro que a maioria das mulheres deles são provavelmente prostitutas ou acompanhantes pagas, porque nenhuma mulher que se preze jamais estaria na companhia desses homens.”

reis-instagram2Na mesma semana, o próprio Tony Toutouni escreveu um recado em seu perfil no Instagram. Na “carta aberta” acidíssima que fez em sua defesa, o empresário esclarece pontos levantados pela escritora e deixa seu verdadeiro recado inspiracional aos seus seguidores:

Típico texto escrito por uma feminista pouco atraente. Cara Chelsea, tenho más notícias para você. Primeiro, eu trabalhei por cada centavo que eu tenho. Segundo, eu não pago por prostitutas. Na verdade, eu desafio que se apresente qualquer mulher a quem eu tenha reivindicado ou mesmo pagado por sexo.

Com o que disse, feministas como Chelsea tentam usar de manipulação para fazer do homem um servo à sua fantasia feminista. Ela afirma em seu artigo feminista que eu incentivo os homens a se sentar e não fazer nada, quando na verdade eu só quero encorajar todos eles a trabalhar duro como eu para que eles também possam aproveitar do jeito que lhes fizer felizes.

A vida para mim é sobre realizações, ser feliz e capaz de dar isso também para sua família e amigos verdadeiros. Alguns homens podem querer começar uma família e dedicar suas vidas a isso, o que é compreensível e considerado uma realização. Porém, como homens, temos o direito de desfrutar da liberdade e viver da maneira que quisermos, sem ter uma feminista para nos chamar de babacas porque não estamos vivendo de acordo com seus ideais!

Se eles quiserem me chamar de babaca por eu viver minha vida do jeito que eu quero e me divertir com os instintos masculinos, então esse é o nome que ficaria feliz em adotar.

Cara Chelsea, você pode escrever artigos sobre mim com base em seus pressupostos feminino-feministas extremos, mas a verdade é que você vai ser uma mulher sozinha lamentando pelo resto da vida, e suas manipulações só funcionam em homens fracos e desesperados.

A maioria dos meus seguidores são homens fortes e ambiciosos que usam essas imagens para se motivar. Alguns usam como entretenimento e outros, como você, apenas para bisbilhotar e encontrar formas de ódio para justificar sua própria vida chata.

Assinado: Babaca feliz