Roberto Esquivel Cabrera, de 54 anos, foi considerado o novo dono do maior pênis do mundo, inclusive procurando que seu atributo físico seja reconhecido pelo “Guinness Book of Records”.

O mexicano possuí um membro de nada mais, nada menos que 48,2 centímetros (em estado flácido) e diz ser o terror – literalmente – da mulherada.

Obcecado pelo tamanho do seu órgão sexual desde sua adolescência, Cabrera chegou a atar pesos a ele para esticá-lo ainda mais. Porém, para muitos médicos, o órgão desse tamanho é muito perigoso pois limita outros atos na vida dele, como ter filhos e relações sexuais e ainda o machuca no dia a dia. Os especialistas sugerem que ele faça uma cirurgia para reduzir as grandes medidas do pênis, mas ele se recusou a fazer.

El Centauro

“Na cultura latina, quem tiver o maior pênis é mais másculo. É algo que faz se sentir diferente do resto das pessoas e especial”, comenta.

Apelidado de El Centauro, Roberto conta que até se preparou para a redução peniana, fez exames para a cirurgia mas no último momento, desistiu para tentar realizar um novo sonho: tentar uma carreira na indústria pornô (já que não conseguia comer ninguém da maneira tradicional).

De acordo com o site “TheLADBible”, após a declaração, Cabrera contou que recebeu diversas propostas, inclusive sendo convidado pelo “YouPorn” e “FakeTaxi” para realizar trabalhos pornográficos e estrear em sua carreira, o difícil seria encontrar uma mulher “com o tamanho certo”.

Antes de sua pretensão de ter o pênis mais longo do mundo, acredita-se a que o título pertencia a um homem americano chamado Johan Falcon, cujo órgão sexual media 34 centímetros.

Para cada ereção, uma anemia diferente.

41.870