Descubra o que as garotas do Testosterona CAM estão fazendo agora - 24 horas online

Não é nada raro, vez ou outra a gente se depara com alguma estrela do futebol que resolveu mudar o cabelo. E isso pode ir dos cortes mais simples às ideias mais bizarras já vistas nas barbearias por aí.

Desta vez, Messi apareceu loiro; dias depois, em seguida à conquista do ouro olímpico na Rio 2016, Neymar e outros jogadores da seleção também apareceram com cabelos e barbas mais claros; e o nadados baderneiro Ryan Lochte também mexeu no tom.

Até aí, tudo bem. É legal variar. Mas se você está pensando em copiar os caras e investir nessa ideia de ficar loiro, a minha sugestão é que você pense MUITO antes de fazer isso. Parece um processo simples, mas isso pode dar muito mais trabalho do que você imagina.

E acredite em mim, fui repórter de beleza por uns anos e não recomendava nem pras mulheres uma armadilha dessas. Mas se você quer muito arriscar (como eu mesma já fiz), aqui vão as dicas da Elen Diana, cabeleireira da barbearia Barba Nossa, no Rio de Janeiro, especialista em atender homens com essa intenção.

loiros-messi-neymar

1 – Pode demorar um pouco pra fazer

Messi contou em entrevista que ficou horas para chegar no resultado em que está. Em entrevista, ele disse que se escondeu num quarto com o cabeleireiro, pra mulher dele não desconfiar, mas ela estranhou a demora. Ou seja, se você não está acostumado a ficar tanto tempo numa barbearia, pode se irritar.

O que foi feito: “Eles descoloriram os fios e “platinaram”. Isso pode demorar entre 20 a 40 minutos, e vai depender da cor original dos seus fios. Para cabelos castanhos claros, por exemplo, o tempo é menor; já para cabelos de cor castanho escuro ou preto, o tempo é maior”, explica Elen.

 

2 – Você pode ser alérgico à química do produto

Os homens estão cada vez mais modernos e todos podem aderir, porém com uma restrição:  o processo leva muita química que podem ser não compatíveis com a pele da pessoa (a substância guanidina, por exemplo). Então é necessário fazer o teste antes ou saber se você é alérgico a alguma delas.

3 – Pode ser que não fique bom

Tudo bem se você achar legal, mas convenhamos, não é uma coisa que fica boa em todo mundo. “Além disso, é necessário observar o meio em que você vive e trabalha, muitas empresas não aceitam um estilo como este”, lembra a profissional.

🏅

A post shared by Felipe Anderson (@f_andersoon) on

 

4 – É muito arriscado fazer em casa

“A partir do momento que você resolve descolorir em casa, deve estar ciente de alguns contratempos se fizer algo errado. Tem risco até de cair os cabelos, caso use muita química, ou até ficar com os fios fracos e quebradiços. Quanto mais preto o cabelo for, mais vezes terá que descolorir – e essa quantidade pode causar estragos. Então cuidado, o ideal é sempre fazer com um bom profissional”, alerta Elen. Também não é um processo muito barato se você for fazer em algum lugar de confiança, esteja com o bolso mais preparado.

5 – O cabelo vai precisar de cuidados mais específicos

Se você é desses que usa qualquer shampoo que estiver mais fácil no banheiro, então passe longe dessa ideia. O cabelo loiro requer uns cuidados extras que a maioria dos homens ainda não tem. “Para quem decidiu deixar os fios brancos, é preciso ter alguns cuidados em casa que farão o resultado se prolongar, lavagens dos fios platinados, hidratação e retoque de 15 a 20 dias”.

Medalha de ouro ! CABELO DE OURO

A post shared by Nego do Borel 🎼🎤 (@negodoborel_oficial) on

 

6 – Pode ficar verde na piscina e no mar

É real e você já deve ter visto alguma amiga passar por isso. Recentemente, o drama foi vivido pelo nadador Ryan Lochte, que descoloriu os fios uma semana antes da Olimpíada e teve a cor afetada pelo cloro da piscina do Estádio Aquático. O que aconteceu foi que o sulfato de cobre adicionado à água da piscina reagiu e foi responsável pelo efeito esverdeado. O mesmo pode acontecer em contato com a água do mar. A cabeleireira de Lotche disse que orientou o uso de produtos para evitar isso (como protetores capilares e shampoos específicos), mas ao que tudo indica, ele ignorou.

ryan-lochte-loiro

7 – Tem jeito de voltar atrás, mas não é imediato

“Pode desistir sim, porém é necessário ter o mesmo processo de hidratação, pois os fios estão com a cutícula aberta e, por isso, bem frágeis. Há também a opção de fazer uma tintura voltando para a cor natural, porém essa é um pouco mais agressiva com os cabelos”, explica Elen.