Quando as mulheres começaram a os movimentos em busca de mais liberdade social e sexual no final dos anos 60 e 70, a queima do sutiã era uma forma de chamar a atenção para todos os problemas que elas vinham enfrentando.

O tempo passou e hoje já não é mais comum ver mulheres queimando lingeries, elas estão apenas não usando mais. Sim, o sutiã não é mais uma regra. Foi daí que surgiu um movimento no Instagram chamado de: No Bra Club, em tradução livre, Clube Sem Sutiã.

Tudo começou quando uma marca australiana que leva o mesmo nome do movimento (No Bra Club) lançou camisetas e as distribuiu para mulheres lindas. A partir daí, os cliques dessas beldades com a t-shirt e, claro, sem sutiã explodiram. A marca se tornou bem conhecida não só na Austrália, mas virou um sucesso nas redes sociais – sua conta oficial do Instagram é um ótimo follow, por sinal. Separamos algumas das nossas fotos preferidas para vocês admirarem.

Com vocês, o Clube Sem Sutiã:

Still not wearing one🤷🏽‍♀️ 📷:@thetallieb✨

A post shared by Aliya Janell (@thealiyajanell) on

@samibrookie in #TheClaire in #NYC | #nobraclub

A post shared by AFRM (@shop.afrm) on

Shop the ‘NO BRA CLUB’ tee! Link in bio 🖤 #lunaluxeuk

A post shared by Luna Luxe Boutique (@lunaluxeuk) on

@djmollierose x @thenobraclub ft. Cheetos 🧡👅

A post shared by Aaron Butler (@aaronbutler_) on

 

Leia também