Descubra o que as garotas do Testosterona CAM estão fazendo agora - 24 horas online

Todo começo de ano é a mesma coisa. A gente diz que não aguenta mais o emprego que tem e quer se ver livre do patrão, abrir o próprio negócio, ver as coisas funcionando, correr atrás dos sonhos… Mas não é tão simples quanto parece na teoria – também não precisa ser tão difícil!

O Prof. Marcos Silvestre, economista com MBA em Finanças (USP), é orientador de famílias e educador em empresas, comentarista econômico do Grupo Bandeirantes de Rádio e TV e, recentemente, lançou o livro “A Virada na Carreira – Ganhe dinheiro por conta própria”, para ajudar quem quer empreender em momento de crise.

O autor apresenta o panorama, primeiro para que a pessoa se certifique de que realmente está preparada. E, caso contrário, se prepare em outras áreas, antes de empreender. Lista os prós e  os contras e ajuda o leitor a identificar o seu principal potencial empreendedor, de modo que ele possa transformar o seu talento no seu investimento.  

Ao Testosterona, ele montou este teste com 20 perguntas simples e resultados objetivos, para você descobrir se tem potencial para se tornar um empreendedor de sucesso. A partir disso, você pode pensar (ou repensar) no que é melhor para você. Arruma um lápis e um pedacinho de papel aí e faça o teste!

empreendedor-sucesso-dicaprio
FUNCIONÁRIO X PATRÃO
1. Você é feliz na posição de colaborador de empresa?

A – Sou, mas talvez seria mais ainda se tocasse minha vida profissional como empreendedor.
B – Seria bem mais feliz como empreendedor.
C – Simplesmente não quero mais esta vida!

ENERGIA
2. Seus pais diziam que você era uma criança agitada e teimosa?

A – Pelo contrário, sempre fui tido como uma criança comportada e boazinha.
B – Eu era uma criança do tipo “criança”, é lógico que aprontava das minhas.
C – Apesar de ser uma criança carismática, confesso: eu era do tipo “impossível”!

SENSO PRÁTICO
3. Seus amigos diriam que você é uma pessoa “pé no chão”?

A – Eles diriam que sou bastante sonhador, alguns diriam que sou visionário.
B – Sim, acho que eles sentem firmeza em mim, sabem que não sou iludido.
C – Costumam dizer que sou bastante realista: sei que as coisas são como são, e lido com elas assim!

AMBIÇÃO
4. Voce ambiciona conquistar ainda mais em sua vida?

A – Para mim já está bom assim. Se puder melhorar, é lógico que quero!
B – Sim, tenho expectativas bem concretas ainda não realizadas.
C – O céu é o limite para conquistas nesta vida… e por que não seria?

RACIOCÍNIO
5. Você precisa enxergar todos os lados de uma determinada situação na qual está envolvido para se sentir confortável e seguro com ela?

A – Se não estou enxergando tudo, com posso me certificar de que a coisa sairá bem para o meu lado?
B – Não preciso enxergar tudo, mas pelo menos os fatores essenciais da questão.
C – Se eu puder enxergar a grande figura da situação, e puder confiar nela, para mim já estará bom.

PERFECIONISMO
6. Voce aprecia detalhes nas coisas?

A – Eu gosto, mas, por vezes, não vejo tanta diferença assim nos detalhes, olho mais o conjunto.
B – Sim, reconheço que detalhes são importantes, fazem parte da conquista do sucesso.
C – O “ótimo” é inimigo do “bom”, mas o “excelente” mata a pau: a diferenciação está nos detalhes!

DETERMINAÇÃO
7. Você gosta que as coisas sejam feitas do seu jeito?

A – Cada pessoa tem seu jeito, precisamos respeitar e aprender com os outros.
B – Cada pessoa tem seu jeito… mas alguns jeitos são melhores que os outros!
C – Se o meu jeito for o melhor, tem de ser do meu jeito e pronto! E… se o meu não for o melhor, eu mudo e ele passará a ser, oras!

TRATO COMERCIAL
8. Você já vendeu alguma coisa nesta vida?

A – Não. Vender não é comigo, confesso que tenho até vergonha.
B – Se precisar vender, eu vendo, lógico!
C – Nasci vendendo, vendendo morrerei… quer comprar? Tenho diferentes planos de pagamento  !

HABILIDADE COM NÚMEROS
9. Você é bom de fazer contas?

A – Odeio!
B – Eu me viro com uma calculadora na mão, sim.
C – Tem de ser tudo (sempre!) na ponta do lápis, oras!

ORGANIZAÇÃO
10. Você é tido por colegas e chefes como uma pessoa organizada no trabalho?

A – Posso não ser organizado, mas me entendo na minha “desorganização” e isso não me prejudica.
B – Sim, organização no trabalho é muito importante.
C – Para gerir pessoas, dinheiro e recursos materiais em alto nível, um elevado padrão de organização no trabalho é indispensável, e eu o adoto desde sempre.

GESTÃO DO TEMPO
11. Você é um bom aproveitador do seu tempo?

A – Sim, tento ser.
B – O tempo é tudo que temos, preso muito por isso.
C – Tempo é dinheiro e um minuto sequer pode fazer a diferença: procrastinar jamais!

RELACIONAMENTO PESSOAL
12. Você é bom com pessoas? Gosta delas?

A – #prefirobichoquegente.
B – Eu me relaciono bem, sim.
C – Pessoas? O que eu faria sem elas??

LIDERANÇA
13. Você é bom de mandar em pessoas?

A – Creio que ninguém manda em ninguém, cada um tem de saber o seu papel.
B – Posso ser bastante eficaz ao dar ordens para colaboradores e subordinados.
C – Mandar não é o termo correto: você tem de fazer com que elas amem fazer aquilo daquele jeito!

GESTÃO DE PROBLEMAS
14. Quando tudo parece dar errado, sinceramente, o que você faz?

A – Não tenho “sangue de barata”, sou uma pessoa normal: eu desanimo, oras.
B – As dificuldades me abatem, mas eu luto contra elas, porque tenho de lutar!
C – Eu paro… respiro fundo… dou um sorrisão… e bora descascar os pepinos e fazer uma bela salada!

MISSÃO DE NEGÓCIO
15. Você consegue definir em até 10 palavras o que é o seu negócio imaginado, e o que ele agrega ao mercado?

A – Para explicar direito o valor do meu negócio creio que é necessária uma explicação detalhada.
B – Consigo, mas 10 palavras dá uma frase um tanto curtinha, não?!
C – Em 10 palavras eu defino meu negócio e ainda te faço comprá-lo! Prepare o cartão!

VISÃO DE NEGÓCIO
16. Você acredita que seu futuro negócio próprio deve ser movido por uma causa maior?

A – Legal, é bonito de falar, mas na prática a “causa maior” está nas vendas do negócio!
B – Acredito que um negócio deve, sim, estar baseado numa visão maior.
C – Meu negócio não tem de “ter” uma causa maior, ele tem de “ser” uma causa maior!

REALISMO FINANCEIRO
17. Você acredita que seu negócio próprio deve visar o lucro?

A – Sim, por que não?
B – Estou certo disso!
C – Excetuando-se o terceiro setor, não existe negócio de sucesso sem retornos financeiros elevados.

CLAREZA
18. Tendo um negócio próprio, quem será o seu cliente, basicamente?

A – Será a pessoa que irá comprar aquilo que eu terei a oferecer.
B – Será a pessoa que irá inclusive recomendar o meu negócio.
C – É o ser humano que irá se apaixonar pela minha oferta acima de todas as outras!

CONCORRÊNCIA
19. Como você encara a potencial concorrência ao seu futuro negócio próprio?

A – Confesso que me assusta!
B – A concorrência tem de ser encarada de frente.
C – Meus concorrentes serão excelentes “professores”: eles irão pagar do seu próprio bolso o preço dos erros com os quais eu irei aprender atenta e rapidamente, para fortalecer meu negócio!

RESILIÊNCIA
20. Você acha que os governos normalmente atrapalham ou ajudam quem empreende?

A – Atrapalham! E muito!
B – Atrapalham, porém é mais é uma realidade que tem de ser contornada, oras.
C – Não há governo ruim que impeça um negócio verdadeiramente bom de triunfar!

RESULTADOS

Resposta A = 1 ponto
Resposta B = 2 pontos
Resposta C = 3 pontos

Até 25 pontos = potencial mediano.
Até 40 pontos = bom potencial
Mais de 40 pontos = está esperando o quê?