Home Acompanhantes Giovanna Farias: “Sou melhor tratada como acompanhante do que quando era civil”

Giovanna Farias: “Sou melhor tratada como acompanhante do que quando era civil”

Nome: Giovanna Farias
Idade: 30
Cidade: São Paulo
Twitter: @giovana30farias
Instagram: @giovanna30farias

Giovanna Farias mora em São Paulo, tem 1,75 de altura e é um espetáculo! Ela é acompanhante há apenas 1 ano, mas já acumulou experiência e novos aprendizados na profissão. Nós batemos um papo com ela, que você confere a seguir.

Giovanna Farias

Há quanto tempo você trabalha como acompanhante e porque você decidiu entrar neste ramo?

Completo 1 ano no ramo em dezembro. Eu decidi entrar pela pela questão financeira e ter recursos para projetar uma vida confortável e estável no futuro.

Giovanna Farias, como é o seu dia a dia e a sua rotina de trabalho?

Pela manhã estou sempre em casa e por volta das 11h já começo a me organizar pra sair para trabalhar. Trabalho mais no período diurno mesmo, e costumo não estender para tarde da noite, por que a noite tenho responsabilidades da minha vida civil. Trabalho geralmente de segunda à sexta e eventualmente aos sábados Reservo os domingos e Feriados para família.

E como é sua vida fora do trabalho?

Ah, é bem tranquila, sou mãe e tento me dedicar ao máximo nessa questão. Gosto de estar com as amigas, sair pra relaxar e papear. Então, tiro um dia ou outro pra fazer isso também. Eu amo ficar tranquila em casa tomando um vinho e assistindo Netflix ou lendo.

Giovanna Farias

O que mudou na sua vida depois que você se tornou acompanhante?

O financeiro sem sombra de dúvidas é a primeira coisa que muda… Tenho hoje qualidade de vida que não tinha antes, e que tem melhorado à cada dia. Alguns cuidados e rotinas mudaram bastante também, até porque fazem parte da profissão. E passei a enxergar diversas situações de forma d diferente.

Qual foi a coisa mais legal que aconteceu com a Giovanna Farias desde então?

Poder ter estabilidade e conforto, e proporcionar isso para minha família também. Só quem passou algum tipo de dificuldade sabe o quanto é valiosa a estabilidade. Outra coisa é que hoje eu sou o melhor tratada como mulher do que quando vivia minha vida civil. É engraçado pensar que os homens nos tratam melhor do que tratam uma moça que conheceram no app de relacionamento ou em um barzinho. Digo isso, porque fiquei três anos solteira antes de trabalhar como acompanhante, e raras vezes fui tão bem tratada como sou quase todos os dias agora.

Quais os aprendizados que você tirou desde que começou a trabalhar como acompanhante?

Que todos nós temos nossas carências, anseios e histórias. E por isso eu preciso ter sensibilidade para entender cada pessoa que vem me procurar. Que esse mundo vai muito além do que possamos julgar ou pensar quando estamos fora dele.

Já precisou lidar com alguma situação desconfortável ou preconceito? Como foi?

Nem todas as pessoas são amáveis nesse meio, muitas pessoas são desagradáveis, mal-educadas e preconceituosas. Às vezes precisamos lidar com essas situações e se impor. Mas sempre tento lidar da melhor forma possível, com respeito, educação e expondo meu ponto de vista e limites. Mas nunca passei por situações extremas.

Giovanna Farias, qual foi a coisa mais diferente que algum cliente já te pediu?

Meus clientes são muito tranquilos. Como meu estilo é mais namoradinha e já deixo isso bem explícito quando me procuram, então nunca me pediram nada estranho. Mas já aconteceu um caso de me procurarem perguntando se eu realizo algumas fantasias e uma delas foi que o cara perguntou se eu praticava artes marciais, porque a fantasia dele era ter um sexo com “luta”…

O que você aprendeu sobre os homens depois que se tornou acompanhante?

Os homens gostam de ser bem cuidados e tratados, muito deles são carentes e querem apenas carinho e atenção. Porém, eles também querem sexo intenso e de qualidade. Eles querem saber que uma mulher bonita, com uma lingerie impecável, cheirosa e educada está a espera deles e que, naquele momento, ela está disposta a fazer dele o homem mais importante do mundo. O que eles têm conosco, é um momento de refúgio do dia a dia. Um momento em que eles desligam de tudo lá fora, ele quer realizar seus desejos sem limitações e sem pudores, sem vergonhas e sem julgamentos.

Giovanna Farias

Trabalhando como acompanhante você passou a encarar fantasias sexuais de forma diferente?

Como acompanhante eu me conheci mais como mulher e comecei a ampliar os meus sentidos e formas de prazer. Não sou muito adepta de grandes fantasias sexuais, sou mais tranquila. Mas depois que comecei a trabalhar como acompanhante me sinto mais bonita, mais gostosa e principalmente mais sexy, e isso interfere diretamente no nosso desempenho sexual

A Giovanna Farias consegue ter uma vida “normal” depois que entrou neste ramo?

Não, acho difícil você viver uma vida normal após conhecer esse mundo, acho que isso é para todas as meninas. Porque, começamos a olhar vários aspectos de forma diferentes. por exemplo, você passa a ser bem mais reservada em relação a sua vida pessoal.

Seus clientes são apenas homens?

Meus clientes, são na sua grande maioria homens mas esporadicamente acontece de casais virem me procurar também. A quantidade de casais que tem aberto essa nova opção para o relacionamento tem aumentado significativamente.

Giovanna Farias

O que seus clientes buscam? Apenas sexo ou tem conversa também?

O que os meus clientes buscam é uma companhia agradável e momentos de refúgio do dia a dia… Onde ele quer fugir do trabalho estressante, das cobranças da família, da monotonia do relacionamento, isso inclui um sexo gostoso, boas conversas, muitas risadas muito e muito carinho

Você já recebeu propostas pra trabalhar como atriz pornô?

Nunca recebi. Porém, não aceitaria, não faz o meu estilo. Acho que eu não corresponderia ás expectativas. Risos!

O que deixa a Giovanna Farias excitada?

Uma boa preliminar, beijos intensos e pegada gostosa.

Tem algum sonho que você ainda deseja realizar?

Tenho vários, mas hoje o principal deles é ter meu cantinho e cursar psicologia.

Você já conhecia o Testosterona? O que você mais gosta no site?

Confesso que não conhecia. Conheci à partir do convite. Já gostei de algumas matérias que li mas as entrevistas são muito legais, porque você pode conhecer um pouquinho mais da pessoa em questão.

Deixe um recado final pros nossos leitores

Espero que, essas poucas palavras tenham dado a oportunidade de vocês saberem um pouco mais sobre mim Quem quiser pode me procurar no Twitter , e me dizer o que achou !!! Beijos

COMENTE JÁ

Mais posts pra você