Home Acompanhantes Natália Nazzário – Deixe fluir o prazer

Natália Nazzário – Deixe fluir o prazer

Natália Nazzário

Natália Nazzário

A maravilhosa Natália Nazzário apareceu pelo blog ano passado, a musa compartilhou conosco seu primeiro mês como acompanhante. Agora, depois de um ano, ela retorna para nos contar o que mudou na visão de vida pessoal e profissional, especialmente os acontecimentos que a fizeram amadurecer e evoluir sua mente.

Para começar, o que mudou nesse um ano em sua vida como acompanhante?

Muita coisa mudou, tive que mudar de cidade e estado definitivamente. Mas a melhor mudança com certeza é a minha vida pessoal, melhorei tanto como pessoa neste último ano, tenho a impressão de que evoluí 10 anos em apenas 1 ano. Minha cabeça mudou, minhas metas, a direção que eu quero dar para minha vida.

Sua rotina se manteve ou novos desafios fizeram parte dela?

O desafio é ter rotina, não é fácil dar conta de tudo, o trabalho acabou atrapalhando um pouco meus estudos, como fiz transferência na faculdade, isso bagunçou minha grade aumentando também meu tempo de curso, mas vou correr atrás do prejuízo.

Natália Nazzário

Enquanto sua vida fora do trabalho, novas visões?

Minha vida virou o trabalho, meu foco e dedicação estão nele decidi que quero uma carreira foguete, quero me lançar brilhar muito e em breve sumir. Estou planejando bem meu futuro. Mas antes da aposentadoria tenho vários novos projetos (aguardem novidades) que me farão atingir minhas metas.

Aliás, novidades em sonhos você almeja alcançar?

Sonhos antigos ainda moram em mim, como me formar, ter estabilidade financeira. E muito novos sonhos porque eu descobri que é possível, um mundo novo se abriu diante dos meus olhos.  Novidades estou produzindo conteúdo digital para o Onlyfans e o Privacy. Também estou conversando com algumas revistas, em breve teremos muitas novidades, se vocês quiserem eu volto aqui pra contar.

Natália Nazzário

Enquanto ao preconceito, a percepção dos outros mudou ou você continua sofrendo por isso?

Preconceito infelizmente ainda existe, eu tento não ligar pra opinião dos outros, afinal opiniões alheias não paga a conta, né? Mas sempre que conheço alguém no meu dia a dia, homem ou mulher e me perguntam sobre meu trabalho, não é natural eu falar, “trabalho no mercado do sexo”, as vezes digo que não trabalho, em outras falo sobre minha antiga ocupação, e para algumas pessoas eu já mandei a real. Eu acho que seria maravilhoso poder falar com todo mundo com a mesma tranquilidade com que eu estou falando com você, as conversas fluiriam melhor sem julgamentos.

Natália Nazzário, acredito que nesse um ano teve muitas situações curiosas aconteceram com você, apuros. Existe algum que você poderia compartilhar conosco?

O único apuro que tive foi um casal que fui encontrar e a namorada não estava preparada para a experiência a três ela estava muito bêbada e começou a chorar no meio do encontro foi muito desconfortável. Ela topou o encontro a 3 para agradar o parceiro. Por isso agora sempre que recebo proposta para fazer a 3 pergunto antes se a parceira quer mesmo fazer a festa ou está entrando nessa pra agradar, se esse for o caso prefiro não participar.

Natália Nazzário

As fantasias de homens e mulheres mudaram muito nesse longo período?

As pessoas têm se permitido mais, acredito que seja isso, quem acompanha minhas redes sociais, principalmente o Twitter, pode notar como eu tenho a mente aberta e estou disposta a experimentar todas as formas de prazer, acredito que por isso sou procurada pra diversos fetiches.

A busca por sexo e conversa se mantiveram ou seus clientes querem explorar outros lados?

As buscas por conversas só aumentam, as vezes me sinto psicóloga, até penso que deveria ter estudado psicologia. É impressionante a facilidade que as pessoas têm de se abrir com um estranho. Eu acho que talvez por sexo ser considerado algo muito íntimo, ele abre as portas para outras intimidades saírem.

Quais são os novos perfis que buscam por você?

Bom não sei se está sabendo, mas assumi minha idade real , 34 anos , muito bem vividos , depois disso surgiram extremos clientes bem novos , com no mínimo 18 anos, é claro, e cliente mais velhos , tipo mais de 60 , os novinhos doidos pra ganhar experiência e os mais velhos procurando alguém pra um papo mais cabeça , e pra sair na rua também, jantar , shopping , viagem , eles falam que não gostam de andar em público com meninas muito novinhas por medo do julgamento, é claro .

O que você mais gosta no blog do Testosterona?

A maneira leve como vocês falam sobre assuntos tabus, admiro muito o respeito que vocês demonstram por todos os profissionais do sexo. O trabalho de vocês é essencial pra sociedade, em tempo de intolerância é importante que exista este espaço, pra gente falar sobre trabalho, mas também poder apresentar nosso lado humano, dividir nossos sonhos.

Adoro falar com vocês a equipe é sempre muito atenciosa, respeitosa me sinto acolhida aqui.

Deixe um recado para nossos leitores

Vocês são muito fodas, obrigada por estarem aqui lendo minha entrevista, quero convidar vocês pra me acompanharem nas minhas redes sociais, sou bem ativa por lá e estou preparando muito conteúdo de qualidade, me sigam que eu tenho certeza que não irão se arrepender.

COMENTE JÁ

Mais posts pra você