Home Acompanhantes Nicky Scarlet – Ser garota de programa é ser livre!

Nicky Scarlet – Ser garota de programa é ser livre!

Conheci a Nicky Scarlet por intermédio da minha grande amiga Aline Lopez, que gentilmente fez a ponte para essa entrevista. A Nicky é acompanhante e garota de programa desde 2013 e nesse ínterim aprendeu a ama a liberdade que ser sex worker lhe proporcionou. Surpreendentemente, ela se considera recatada na vida pessoal, mas na internet se transforma em uma vagabunda, no melhor sentido possível da palavra. Confira como foi nosso bate papo na entrevista à seguir…

Veja também: sites de acompanhantes | Atriz Porno que faz programa | Sexo

Nicky Scarlet

Primeiramente Nicky Scarlet, conte um pouco pra gente da sua trajetória, há quanto tempo você trabalha como Sex Worker e Garota de Programa? Como você entrou neste ramo?

Sempre fui muito curiosa sobre o trabalho sexual. Já cheguei a parar uma vez na rua pra conversar com uma travesti que estava no ponto pra sanar a minha curiosidade. Eu era garçonete num bar bem conhecido da cidade e eu tinha uma colega de trabalho que me confessou que já tinha trabalhado um tempo no ramo. me contou algumas histórias e eu fiquei mais curiosa ainda. Alguns meses depois houve um corte de funcionários e eu acabei saindo de lá e ela também. A gente ficou muito amiga e ela havia me dito que ia voltar pra cidade onde ela tinha trabalhado, eu perguntei a ela se eu podia ir e ela me disse que sim. Isso foi em 2013 e até hoje sigo exercendo o trabalho sexual.

O que você mais gosta no seu trabalho como Garota de Programa e WebModel? E o que você não gosta? Hoje já é sua atividade principal Nicky Scarlet?

É difícil falar só de uma coisa que eu gosto no trabalho sexual. Porque tem várias coisas que eu acho muito interessantes, desde o fato de poder exercer ele em quase qualquer lugar do mundo e eu não preciso de um diploma ou uma validação técnica pra isso. 😅 Até a pluralidade que é o ser humano. Você conhece pessoas de todos os jeitos, posicionamentos, fetiches. O modo como a cada dia e a cada observação do que acontece faz com que vc mude de opinião sobre várias coisas, etc…

Agora o que não gosto, é muito fácil. Uma das coisas que me enfurece e que não acontece só no trabalho sexual é a invalidação do meu trabalho como trabalho. As pessoas ainda associam muito o trabalho (que a palavra reforça isso), como algo árduo, trabalhoso, que não pode ser prazeroso. E se você trabalha com sexo então e chama de trabalho, as pessoas se enfurecem e algumas ainda se sentem no direito de querer colocar valor nisso. Só sabe o valor do serviço a pessoa que está exercendo. Tem outras coisas também, mas se fosse falar aqui ia levar muuuito tempo. Hoje a minha renda é toda do trabalho sexual. Com atendimento presencial, virtual, venda de pack…

Como é para você a sensação de ser desejada por tantos homens? Você se considera exibicionista?

Nicky Scarlet: Não me considero exibicionista. Na verdade, eu sou bem recatada pessoalmente. Só na internet mesmo que eu sou bem vagabunda. 😏 Eu gosto dessa coisa de ser desejada, alvo de cobiça, saber que tem gente disposta a pagar pra ter fotos minhas, vídeos meus, até mesmo passar um tempo comigo é um alimento para o ego, uma bomba pra autoestima. Eu acho isso sensacional. 😈

Como é seu dia a dia e sua rotina de trabalho? E quando não está trabalhando, o que você gosta de fazer nas horas vagas Nicky Scarlet?

Meus horários variam. Quando estou em Brasília eu passo o dia no meu local de atendimento e durmo em casa, então o jantar e o café da manhã faço em casa. Quando estou em viagem, geralmente eu durmo no mesmo local que atendo, então não tenho horário regrado. Ah, cultivo várias plantas em casa de horta e ornamentação. Quando estou em casa, todo dia eu as molho, observo a evolução, vejo qual precisa de adubo, qual está precisando de poda etc. Esse hobby apareceu durante a pandemia, que passei mais tempo em casa e não tinha muita coisa pra fazer, mas acabei me apaixonando.

Nicky Scarlet

Nicky Scarlet, você faz um planejamento para os atendimentos, tem uma rotina e uma agenda?

Meu calendário de trabalho é diferente por que não trabalho durante o meu período, então é tudo programado à mercê dele. Eu costumo dizer que o meu primeiro dia do mês é o dia em que ela acaba. Contudo, sempre que pretendo voltar a algum lugar que já trabalhei posto no status do WhatsApp a data, os clientes já conhecidos reservam os primeiros horários, os dias restantes eu ponho anúncio nos sites e abro a agenda, nesse caso é mais complicado ter horário específico na agenda por que o cliente geralmente já liga ou manda mensagem querendo para aquele momento.

O que significa pra você ser Garota de Programa? Tem alguma história divertida para compartilhar com nossos leitores?

Nicky Scarlet: Ser garota de programa pra mim é ser livre. Acho que livre é a palavra, quem só conhece o trabalho sexual por filmes ou novelas equivocadas deve imaginar que somos presas, coitadinhas, que precisamos ser salvas, mas eu nunca me senti assim. Na verdade, foi o trabalho sexual que me deu condição de poder dizer, “eu vou tirar uma semana de folga”, e na semana seguinte eu volto a trabalhar sem correr o risco de alguém me mandar embora. Tem tanta coisa engraçada, mas tem uma coincidência que foi hilária. 🤣

Nicky Scarlet

A maioria dos clientes não tem foto no perfil do WhatsApp, então é sempre uma surpresa. Esse cliente em questão chegou e eu tive a impressão de que conhecia ele de algum lugar. Então, questionei e ele disse que não se lembrava de mim. Papo vai, papo vem, ele me diz que cresceu na mesma cidade que eu. E começaram as perguntas, mas em que quadra? Conhece fulano? Conhece ciclano? Beltrano? Eita! Você conhece Beltrano? Pois é, eu atendi um dos amigos de um ex-namorado, que só me reconheceu depois que achamos esse ponto em comum. Ficou um clima meio estranho, mas ainda bem que foi depois do programa. Porém não foi problema porque a gente se viu mais três vezes depois disso. 😬

O que mudou na sua vida depois que você passou a trabalhar como Sex worker / Garota de Programa? Nicky Scarlet, as pessoas próximas a você te apoiaram?

Muita coisa mudou depois que comecei a trabalhar como GP. Eu principalmente, a minha forma de ver o trabalho, a minha forma de ver o mundo, de me relacionar amorosamente, amigavelmente, em relação a minha sexualidade, as minhas prioridades. A pessoa que eu era 8 anos atrás é completamente diferente de quem eu sou hoje. Cresci num lar muito conservador, minha mãe é evangélica fanática, então pra ela isso é o fim. Meus irmãos não ligam, algumas pessoas que considerava minhas amigas se afastaram. Só uma pessoa me apoiou, e a ele devo muita coisa, de fato meu melhor amigo, o irmão que eu escolhi, se ele for ler essa entrevista, Lele, você é uma das pessoas mais importantes na minha vida. Volta pro BR, filho da puta! Te amo.

Você já sofreu preconceito por ser sex worker?

Nicky Scarlet: Já, várias vezes. Mas tô nem aí. Eu sou negra, sofrer preconceito por ser prostituta é o menor dos males.

Você está em um relacionamento no momento?

Nicky Scarlet: Não estou em relacionamento e pretendo continuar assim por um bom tempo.

Além de trabalhar como Sex worker / Garota de Programa, você pretende expandir seus conteúdos para outras plataformas, como o Xvideos, PornHub, OnlyFans, Privacy e afins?

Nicky Scarlet: Tenho o Privacy. Que inclusive preciso atualizar. 😅

Apesar de trabalhar com sexo diariamente, você curte assistir pornô também? Nicky Scarlet, você tem algum tipo preferido?

Assisto muito pornô porque eu me masturbo muito e as vezes fico com preguiça de imaginar, quero algo pronto. Passo vários minutos procurando o perfeito e acabo repetindo os mesmos filmes várias vezes. Não tenho um preferido, depende de como está o meu desejo naquele momento, pode ser um lésbico focado em tesourinha (amo), pornô gay, mulher trans com mulher cis, mulher trans com homem cis, pornô hétero com dupla penetração… Não tenho preferência.

Da mesma forma, o que te excita na hora do sexo e o que alguém precisa ter para chamar a sua atenção?

Nicky Scarlet: Tenho muita sensibilidade nos seios. Mas não aperte, não belisque, apenas chupe, mas chupe com vontade! Às vezes eu só preciso de uma mamada e uma boa siririca e fico satisfeita. Amo gente que se veste bem e é cheirosa. Pessoas confiantes me atraem. E ser confiante é diferente de ser soberbo.

Tem algum sonho que você ainda deseja realizar? Tem alguma sex worker que te inspire?

Nicky Scarlet: Tem sim. Contudo, acho que é o sonho de todo filho que viu a mãe sofrendo pra criar ele: Quero ter dinheiro suficiente pra minha mãe ter tudo que ela quer. Quer passear hoje, mãe? Bora! Tá com vontade de comer camarão? Tá aqui, minha rainha. Sem preocupação com contas, com dívidas. Sem dúvida sou rodeada de mulheres maravilhosas que admiro e me inspiram em vários aspectos da minha vida, quando a gente entra no trabalho sexual, boa parte da nossa vida se torna ela, as suas colegas de trabalho acabam se tornando suas amigas, são pessoas com quem você compartilha uma boa parte do seu tempo, troca confidências, conselhos, convivências. A admiração é inevitável!

Que dicas você, Nicky Scarlet, daria pra uma garota que está pensando em se tornar uma Sex Worker ou mesmo só para mulheres, homens ou casais que desejem explorar mais seu lado exibicionista?

É tanta coisa que dá pra fazer um livro. Uma das mais importantes é saber que não é fácil. Que é um trabalho como qualquer outro que exige dedicação, paciência e perseverança. A outra é que é preciso ter equilíbrio emocional e estar bem consigo, porque sempre vai aparecer troll, se não tiver, sua autoestima pode ir pro brejo. Pois, não é um dinheiro fácil, só a gente sabe o quanto a gente pena pra ter lucro.

Por fim, muito obrigado pela atenção e carinho de nos receber Nicky Scarlet, o espaço é todo seu, deixe um recado final para nossos leitores: Onde as pessoas podem encontrar seus conteúdos?

Eu que agradeço o convite. Fico muito feliz em participar. Bebam água, usem camisinha e tirem todas as dúvidas antes de contratar uma sexworker. No momento eu só tenho o Privacy, mas tenho algumas fotos e vídeos no Twitter também.

Veja Também: Sites de Acompanhantes | Atriz porno que faz programa | Acompanhantes Instagram | Sexo

COMENTE JÁ

Mais posts pra você