Home Acompanhantes Sarah Ferrari – Doces segredos da existência

Sarah Ferrari – Doces segredos da existência

Sarah Ferrari

Sarah Ferrari

Fenomenal e poderosa definem com exatidão os encantos de Sarah Ferrari, acompanhante há alguns anos, ela se encontrou profundamente em seu de uma maneira sublime. Batemos um papo sobre seu trabalho e como ela lida com tudo de maneira cordial.

Há quanto tempo você trabalha como acompanhante e porque você decidiu entrar neste ramo?

Faz 3 anos que eu estou trabalhando na área. A decisão de entrar no ramo veio quando me separei e fui embora para Curitiba, estava desempregada, foi quando uma amiga me falou que eu era bonita e tinha perfil para trabalhar como acompanhante.

Como é o seu dia a dia e a sua rotina de trabalho?

O meu dia a dia de trabalho é muito regrado, levanto-me cedo, faço academia, tenho uma alimentação saudável e gosto de atender meus clientes com muita disposição e atenção.

Sarah Ferrari

E como é sua vida fora do trabalho?

Quando não estou trabalhando tento levar uma vida supernormal, desligo meu celular de trabalho e tento relaxar, pois é um trabalho cansativo não apenas físico, mas psicologicamente.

O que mudou na sua vida depois que você se tornou acompanhante?

Eu comecei a ver a vida de uma forma melhor, derrubei muito tabu e preconceito.

Sarah Ferrari

Qual foi a coisa mais legal que aconteceu depois que você virou acompanhante?

Eu me sinto muito mais independente e realizando sonhos que jamais imaginei realizar.

Quais os aprendizados que você tirou desde que começou a trabalhar como acompanhante?

A gente aprende todos os dias, com os clientes, com as outras acompanhantes, são histórias de vida que nos ensina a dar valor a momentos simples da nossa existência.

Sarah Ferrari

Já precisou lidar com alguma situação desconfortável ou preconceito? Como foi?

Sim, já passei por situações desconfortáveis como a falta de higiene do cliente, acho que isso é algo que me incomoda muito mesmo.

E qual foi a coisa mais diferente que algum cliente já te pediu?

Foram tantas coisas diferentes, mas essa me chamou muito atenção, o cliente queria que eu chutasse os seus testículos.

O que você aprendeu sobre as pessoas depois que se tornou acompanhante?

Conheci mais o universo masculino e suas fraquezas

Trabalhando como acompanhante você passou a encarar fantasias sexuais de forma diferente?

Sempre fui uma mulher muito fogosa e sempre gostei de ousar nos meus relacionamentos, as fantasias sexuais sempre fizeram parte da minha vida.

Você consegue ter uma vida “normal” depois que entrou neste ramo?

Acredito que ninguém de perto é normal, dependendo do ponto de vista de cada um, eu por exemplo, minha vida sempre foi muito peculiar.

Seus clientes são apenas homens?

A maioria dos meus clientes são homens. Exceto as fantasias que os casais gostam de fazer onde as esposas também interagem.

O que seus clientes buscam? Apenas sexo ou tem conversa também?

À princípio todos procuram por sexo, mas tem muitos que procuram por uma psicóloga ou uma companhia para conversar falando de assuntos do dia a dia, gostos e costumes.

Você já recebeu propostas pra trabalhar como atriz pornô? Toparia?

Sim. Acho que se o cachê for bom eu toparia.

O que te deixa excitada?

Homem cheiroso, carinhoso e de preliminares intermináveis.

Você tem algum fetiche que pode contar pra gente?

Acho melhor não responder essa pergunta.

Quais as qualidades que você mais aprecia num homem?

Educação, inteligência, maturidade, beleza e saber fazer uma mulher feliz.

Tem algum sonho que você ainda deseja realizar?

Sim, tenho muitos ainda.

Você já conhecia o Testosterona?

 Sim

O que você mais gosta no site?

Site que transmite um material de qualidade que aprecia e dá valor ao nosso trabalho como acompanhante.

Deixe um recado final pros nossos leitores

Caros leitores,  fiquei muito feliz em poder contar um pouquinho da minha trajetória de acompanhante, e obrigada pela oportunidade de poder expor meu trabalho hoje aqui.

COMENTE JÁ

Mais posts pra você