Parece loucura imaginar, mas acredite, é possível. Uma startup criou uma maneira de disponibilizar no estabelecimento um delivery de chope que enche um growler (garrafa que varia de 1 a 5 litros, geralmente de vidro ou porcelana, próprio para armazenar cervejas servidas na pressão), de cabeça para baixo através da tecnologia IoT, de forma econômica e sustentável.

tecnologia IoT

A criação é da startup brasileira ChoppUP, que por meio de IoT (Internet das Coisas) desenvolve equipamentos de alta eficiência para dispensamento de líquidos. Além de ser prestadora de serviços de monitoramento de dados, tem revolucionado o mercado cervejeiro e incentivando a cultura de delivery de chopes.

“Os growlers são tendência no exterior, e a moda está começando a pegar no Brasil. É uma forma sustentável de consumo, pois reduz a geração de resíduo de garrafas de vidro e latinhas, permitindo apreciar em casa um chope muito mais fresco. Porém, o crescimento desta tendência ainda é limitado no país, pois para encher essas garrafas é necessário que o ponto de venda tenha um equipamento específico com um sistema de contrapressão”, afirma Bruno Salman, CFO da ChoppUP.

Quando enchido diretamente na torneira, pode ocorrer a oxidação da bebida, tirando a carbonatação e interferindo no sabor. Outra forma de fazer isso é por contrapressão, mencionada pelo CFO da startup, no qual, a pressão retira o oxigênio da garrafa e substitui por CO². Já com a chopeira ChoppUP, é possível fazer o envase do growler de cabeça para baixo, por meio da válvula de contrapressão acoplada no gargalo da garrafa, de forma simples e econômica. “É um equipamento 2 em 1, que enche copos e envasa growlers. Quando instalada, os estabelecimentos passam a trabalhar com um nível de aproveitamento, eficiência e controle sem precedentes – impossível de atingir com equipamentos convencionais. O valor que eles pagam para nós é uma fração desta conta economizada”, conta Gil Neto, CCO e Co-founder da ChoppUP.

Para o gerente da rede de pizzaria Soggiorno, uma das mais tradicionais da cidade de São Paulo, a solução da ChoppUP tem gerado interesse dos clientes e economia para o estabelecimento. “O delivery de chope ainda é algo muito novo no país, mas temos percebido um grande interesse dos consumidores. Recentemente, tivemos o caso de uma cliente que pediu, além das pizzas, o envio de oito growlers porque estava realizando uma festa”, afirma Wilson Capellini Netto.

Além do delivery – com pedidos feitos por telefone ou aplicativo próprio da pizzaria – a Soggiorno utiliza a chopeira com tecnologia IoT para a venda de chopes em uma de suas unidades. “Sentimos o resultado da economia logo no primeiro barril. Sem contar que, nossa equipe não teve problemas para aprender a manusear a solução”, conta Netto.

Veja também:
Johnny Walker lança linha inspirada em Game of Thrones
Brasil ganha título de melhor café do mundo

Para servir o chope, é acoplado no fundo dos copos e canecas, sejam de vidro, plástico ou metal, uma válvula que permite o enchimento sem vazamento. O manuseio da chopeira, via computador e aplicativo, permite que o comerciante controle volume e colarinho eletronicamente, realize a leitura remota em tempo real do serviço e a quantidade de chopes vendidos, evitando fraudes e perdas que são detectadas pelo sistema. O equipamento é integrável a sistemas de pagamento e de gestão dos PDVs, viabilizando uma operação de autosserviço.

“Os produtos e serviços da ChoppUP são ofertados ao mercado em um modelo de assinatura para bares e restaurantes (PDVs), que se beneficiam com um aumento de 20 a 25% no rendimento do barril, acompanhamento online de vendas, com dados capturados por dispositivos de telemetria, e autosserviço. Nos próximos 5 anos, lançaremos novas linhas de negócios que aumentam o potencial de mercado com produtos para uso doméstico. Com novas soluções de embalagem e o desenvolvimento de softwares que utilizam os dados capturados pela telemetria dos equipamentos para trazer maior inteligência à toda a cadeia de valor, desde a produção até o consumidor final”, finaliza Bruno Salman.

Confira abaixo como funciona a tecnologia IoT para encher o copo de chope:



Compartilhe
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter