Home Camgirls Rosita – Fazendo arte no Instagram

Rosita – Fazendo arte no Instagram

Hoje você vai conhecer a Raíza Rosa, vulgo Rosita, ela é camgirl e como muitas outras sexworkers precisa “driblar” as restrições do Instagram com relação a nudez que pode ou não ser compartilhada na plataforma. Ela tem 29 anos, nasceu no Maranhão e mora no Rio de Janeiro.

Rosita

Rosita, tudo bem? Conta pra gente um pouco sobre você?

Olá, sou caloura de Ciências Biológicas e trabalho com shows privados na internet e venda de conteúdos. Moro no Rio de Janeiro mas sou maranhense.

Há quanto tempo você começou a trabalhar como camgirl e o que te motivou a entrar pra este ramo?

Comecei a trabalhar no começo desse ano através de um convite de uma garota pra ser funcionária de um aplicativo chinês de camgirls, fui motivada por estar precisando de dinheiro mesmo, e como eu já fazia as artes com meus nudes vi que não tinha nada a perder, só a ganhar com mais experiência na prática.

Como surgiu a ideia de fazer as artes e as montagens do seu instagram?

As idéias surgiram porquê eu vi que tinha muito nude que era bom demais pra ser guardado, então comecei a fazer isso de uma forma lúdica, meio nonsense pra não causar tanto, mas acabou que causei demais e peguei gostei por isso.

Você sempre gostou de artes, estudou algo relacionado a isso?

Sempre gostei de artes, nunca estudei escola de artes, aprendi sozinha a mexer no Photoshop e agora estou aprendendo a usar o OBS Studio pra começar a fazer shows com Chroma Key, na tentativa de levar a mesma experiência das fotos pra vídeos ao vivo.

E onde você busca inspiração e referências pra fazer suas artes?

As inspirações vem dos mais diversos níveis possível: games, política, memes, meus moods pessoal, a feminilidade que é um leque vasto de arquétipos, etc…

Você já teve problemas com o instagram por conta das fotos sensuais?

Nunca tive problemas sérios, mas já fui barrada com alguns stories bem quentes, ultimamente descobri a opção de censurar o instagram pra menores de 18, e aparentemente não tenho tido problemas com alguns posts que eu achava que teria.

Rosita, e como é a relação com seus seguidores? Eles te dão ideias pra fazer novas artes?

Sempre me mandam referências. Apesar da maioria dos meus seguidores serem homens eu dou sempre suporte às mulheres fazendo arte exclusivamente pra elas, percebi que elas também sentem a necessidade de se sentirem especial por algum momento, de terem aquele nude que tá guardado a 7 chaves ser transformado em alguma arte aceitável para as plataformas.

E tem alguma arte que é a sua preferida ou a que mais gostou do resultado?

Nossa, que difícil! Risos! Eu acho que essa voando junto com o galo, porque a que me trouxe pra este mundo.

Rosita

Rosita, obrigado pela entrevista, deixe um recado pros nossos leitores:

Continuem o belo trabalho de estar apoiando as sexworkers e artistas independentes que possuem corpos reais e que gostam do que fazem, é um cenário muito rico que está em ascensão aqui no Brasil. Cada vez mais pessoas estão entendendo e aceitando o que claramente é um tabu que precisa ser derrubado. Queremos ser livres, ter liberdade e apoio pra exercer nossa atividade. Busquem valorizar esse cenário independente que aparentemente está sendo o terror da má indústria pornográfica.

COMENTE JÁ

Mais posts pra você