1962_Ferrari_250_GTO_Michael_Furman_01

O que você faria se tivesse dinheiro suficiente para comprar mais de quinze Bugatti Veyron? Muitos bilionários pensariam em montar uma coleção incrível de carros, mas um bilionário norte americano decidiu gastar essa quantia em um único carro, e faturou uma Ferrari 250 GTO 1962. Isso mesmo, o carro foi faturado por mais de US$38.000.00,00.

O valor alto dessa raridade se deve ao fato da Scuderia italiana ter produzido apenas 250 unidades no ano de 1962. O real objetivo da Ferrari era produzir esse carro somente para corridas e pilotos históricos, como o Frances Jo Schlesser que usou um dos exemplares leiloados por quantias milionárias na clássica “Tour de France Automobile”, em 1962.

Confira o vídeo do leilão:

Um dos modelos mais icônicos da história do automobilismo, 250 GTO carrega sob o capô um motor V12 de 300 cv e já naquela época trazia resultados respeitáveis. Gastava menos de 6 segundos para alcançar os 100km/h e ultrapassa a marca de 250km/h. A máquina foi um grande sucesso nas pistas de corridas da Europa, conquistando o tri campeonato no WSC, de 62 a 65.

Outras unidades foram vendidas por valores que superam a casa dos US$20.000.000,00, fazendo a 250 GTO o carro mais caro da história. Confira as fotos abaixo para entender que, além do valor histórico, a 250 também é uma obra prima de design e requinte da Scuderia italiana. Há também boatos de outros leilões pela internet, porém sem valores e arrematadores divulgados.

ferrari1 ferrari2 ferrari3 ferrari4