mustang'
Como vocês devem ter percebido, eu gosto muito de carro antigo. Eu não sei o real motivo, mas carro velho é uma coisa que me fascina e, tem um carro específico que está entre minhas maiores paixões na vida: o Mustang. Puta que pariu, que máquina é essa!

Em 2007 eu vi um Mustang passar na minha frente a 217 km/h e aí foi amor puro, amor verdadeiro. Mas vamos lá: O primeiro Mustang veio em 1964, lançando o estilo “Pony car”, um carro com traseira estendida, duas portas e parte frontal consideravelmente grande. Ele era meio que uma versão do Falcon, mas já se mostrava com potencial para iniciar um legado de muito respeito e ser a cara da Ford para o mundo.

Em pouquíssimo tempo já havia uma variedade imensa de Mustangs. Só para se ter uma ideia, até 1969 eram TREZE versões de motor V8, entre elas: 3.3 de 110 e 120cv, 4.7 de 200cv, 4.9 de 210cv, 6.4 de 320cv e 7.0 de 335cv. Esta geração sozinha já apresentou modelos conversíveis, GT, Fastback, entre outros. A primeira geração foi até 1973 e provou uma coisa: o Mustang era um carro cuja performance agradava qualquer perfil de público!

mustang2

Mais que um simples carro, o Mustang se consolidou como a imagem de Detroit. Ele representava a cara e os músculos da cidade. Um lugar que era apenas conhecido por sua atividade industrial passou a ser lembrado como a casa do Mustang, a fantástica fábrica de sonhos americanos.

Eu não exagero quando digo que o Mustang se tornou o autêntico American Muscle. Veja bem, a Marinha dos Estados Unidos usava a seguinte chamada para recrutamento de novos soldados:

“The Beach Boys. Apple pie. The ’67 Mustang. Three things worth fighting for”

Sem contar que ele ainda apareceu em mais de 500 filmes e rendeu um dos melhores blues de todos os tempos.

E enquanto a concorrente GM investia pesado nos Camaro e Corvette, a Ford tinha um ás na manga: Carroll Shelby, o cara.

Você deve ter ouvido falar desse cara depois de uma dessas duas ocasiões:

Ter visto um Cobra

Assistir a 60 Segundos e pirar na Eleanor (Shelby Mustang GT500)
mustang3

Shelby foi o malandro que mudou a história da Ford para sempre. Ele era ex-piloto de aviões e de carros de corrida, começou a construir novos carros e entrou para a Ford com uma missão nada fácil: melhorar o que já estava a um passo da perfeição. Graças a ele, o Mustang subiu aí uns bons níveis de performance e design, fazendo o povo ir ao delírio por décadas. Esse tiozão era foda.

Voltando ao Mustang: depois de 1973, ele entrou em sua segunda geração, que foi até 1978, a terceira foi de 1979 a 1993, a quarta foi de 1994 a 2004, a quinta, que estamos vendo atualmente, iniciou-se em 2005 e encontra seu fim neste ano. No total, o Mustang vendeu 4,4 milhões de unidades nos EUA em 50 anos. Quer ter uma ideia do que vem na sexta geração do Mustang? Este é o Roush, um modelo que já sai de fábrica como versão de alta performance. Chore comigo:

mustang4

Eu não faço ideia do que vai acontecer nas próximas gerações do Mustang, mas tenho certeza que vou continuar minha paixão por ele durante muito tempo :)