20150929101656402804i

Há algumas semanas postamos aqui que chegava ao Brasil um curso inédito que ensinaria os homens a fazerem sexo oral em suas parceiras – todo mundo curtiu, não adianta querer esconder. Já que o interesse foi tão grande, resolvemos ir atrás da professora que vai ministrar essas aulas, Aline Castelo Branco, para ela explicar direito como isso vai funcionar, quais os pontos serão abordados nas aulas e, claro, pedimos dicas exclusivas para os leitores do Testosterona.

Aline é jornalista, escritora e educadora sexual, trabalha em televisão e rádio há 15 anos e começou a falar sobre sexualidade em 2009, depois de apresentar um programa sobre relacionamentos amorosos, chamado Confessionário, numa rádio em Salvador. Especialista na área de psicologia e terapia sexual e mestranda em Educação Sexual, Aline lançou o romance “Eu Confesso – Revelação de uma amante” em 2012 e passou a fazer parte do grupo de pesquisa em sexualidade da UNESP (SP) – NUSEX.

Os cursos são divididos por gênero e existem turmas específicas para homens e mulheres, “para não haver constrangimento”, segundo Aline. A procura, segundo ela, é maior por parte dos homens casados interessados em dar mais prazer à esposa, “mas solteiros que querem melhorar o currículo também são bem-vindos”. Leia a entrevista completa a seguir.

Qual é o principal objetivo do curso?
Todos os meus cursos têm o objetivo de fazer com que o homem ou a mulher entendam o processo da nossa sexualidade, ou seja, que descubram como podem sentir prazer e dar também. Ninguém nunca ensinou a gente a transar, se você perguntar aos seus amigos se tiveram educação sexual dentro do próprio lar, a maioria vai dizer que não. Então é isso que proponho e faço. Ensino que a sexualidade é normal, natural e poder ser aprendida. A gente não malha para ficar mais bonito e gostoso? Não estudamos para ganhar mais e melhorar de vida? Porque não se aperfeiçoar no saber do sexo para melhorar seu curriculum sexual?

Quais os principais pontos que serão abordados no curso?
No de sexo oral para homens ele vão conhecer de verdade o órgão genital feminino. Ora, muitos homens não percebem, não olham, não apreciam e nem sabem a função do que tem lá embaixo, querem somente meter e pronto. Vamos ensinar os diferentes tipos de orgasmo, como estimular o clitóris e a vagina. Vamos falar do ponto G e muitas outras coisas. Não posso abrir o jogo assim. (rsrsrs). Ah, e na prática teremos um material que eles vão usar.

curso-sexo-oral

Onde você acha que está a “culpa” de os homens fazerem tão mal ou errado?
Olha, muitos homens têm nojo de fazer e a principal reclamação deles é o mal cheiro. Mas, para isso, existem meios de combater (que vamos ensinar também). O homem comete erros porque, primeiro: acha que sabe fazer e não procura ler livros sobre o assunto ou ver vídeos. Acha que é o bom de cama e pronto, isso já basta. Segundo, porque não conversa com a parceira. Sexo deve ser conversado antes, durante e depois, isso ajuda muito no conhecimento do corpo do outro. Erros todos cometem, mas é preciso coragem para querer melhorar.

Os homens estão mais preguiçosos ou as mulheres estão mais exigentes?
Vejo nas minhas palestras ou quando sou convidada para roda de bate papo muitas mulheres se queixando que não sentem vontade de fazer sexo ou, quando sentem, o parceiro não quer. O problema está na acomodação. Teve filho ou encontrou a alma gêmea, pronto, isso basta. Não deve ser assim. Casamento é algo construído, assim como o amor, como o desejo. Acredito que sexo não é tudo numa relação, mas é o combustível para manter o casal vivo e unido. Talvez falte em todos a vontade de ver o outro mais livre com menos sede de possessão. Amor de verdade é quando o meu “eu te amo” quer dizer “te deixo livre e quero fazer parte dessa liberdade contigo”.

Li que você definiu 3 tipos de homens no sexo oral para identificar os principais erros. Quais são?
Classifiquei os piores erros dos homens quando fazem sexo oral em três tipos:
Homem lambida de vaca – aquele que só passa a língua para cima e para baixo
Homem furadeira – aquele que faz bico e passa a boca para um lado e para o outro procurando o buraco
Homem sugador – aquele que suga o clitóris de maneira forte como se fosse engolir. Isso dói pra caramba!

Pode dar duas dicas essenciais sobre sexo oral para os leitores do Testosterona?
A dica principal que dou é trabalhar toda a região ao mesmo tempo. Unir língua no clitóris, dedos no ponto G e até no ânus. Os outros detalhes só pessoalmente, no curso que vai acontecer dia 25 de novembro, em Salvador. Breve estaremos realizando um curso presencial no Rio de Janeiro, mas no inicio de 2016. E vamos ainda disponibilizar nossos cursos online.

Quem quiser saber mais sobre o curso é só entrar em contato com a Aline pelo site ou por e-mail.