Home Erotismo Advogada Sexy – Ela trocou os tribunais pela webcam

Advogada Sexy – Ela trocou os tribunais pela webcam

Nome: Lu Debom (Advogada Sexy)
Idade: 34 anos
Cidade: Florianópolis/ SC
Profissão: Camgirl / Advogada
Instagram: @lu.advs
Twitter: @advslu

Nossa entrevistada de hoje é com a simpaticíssima e linda Lu Debom, a advogada sexy. Ela trabalha como camgirl, mas até pouco tempo atrás ainda frequentava tribunais e audiências. Nós conversamos com ela, que está contando sua história pela primeira vez. Confira a seguir.

Advogada Sexy

Pra começar, conta pra gente como surgiu a ideia de trabalhar como camgirl?

Eu sempre gostei da ideia de ser desejada mas não sabia dessa possibilidade, um dia assisti uma reportagem e resolvei pesquisar mais sobre o universo das camgirls, e acabei me cadastrando no site e gostando muito, me senti desde o primeiro dia muito realizada. Além de claro conseguir trabalhar de casa em qualquer lugar do mundo o que é muito bom.

Você disse que sempre gostou de ser desejada, você já tinha deixado esse lado mais exibicionista se aflorar antes?

De verdade não, sempre gostei da ideia mas sempre fui uma pessoa bem reservada e formal. Até no vestir eu era assim meio tímida, eu gostava muito de imaginar mas pensava que eu não tinha perfil para tal.

E como você foi trabalhando isso na sua cabeça?

Eu pensava que para ser desejada eu teria que ser uma mulher padrão modelo da sociedade, trabalhar como camgirl me ajudou muito no sentido de me libertar desse pensamento e me faz muito bem pra auto-estima. Antes eu queira mas tinha muito receio de aflorar esse lado mais exibicionista.

Falando nisso, você acha que a sociedade de forma geral vê com preconceito quem não tem vergonha de exibir seu corpo?

Sim, infelizmente tem muito preconceito com quem trabalha com isso ou que apenas gosta de se exibir, mas eu acredito que temos que ter coragem de fazer o que gostamos independente do que os outros vão pensar por mais difícil que seja no começo. Eu tinha muito receio de me expor mas comecei a pensar que a vida é muito curta pra deixarmos de fazer o que gostamos por receio do preconceito, temos que enfrentar e lutar pelo que acreditamos.

Advogada Sexy

E como foi essa transição até a Advogada Sexy? Afinal, você foi de um ramo de atividade muito conservador e formal pra outro extremamente liberal…

Foi tenso!! Risos! Tanto que eu nem cogitava me expor, mas aos poucos eu fui percebendo que eu no momento estava me dedicando mais ao trabalho de camgirl do que advocacia e também as coisas foram acontecendo nesse sentido.
Tenho consciência que me expor irá não digo que impedir o exercício da advocacia, mas limitar e muito, gosto e ainda tenho projetos no mundo jurídico mas envolvem mais estudar no exterior no futuro.

E com relação às pessoas?

Eu convivia muito com pessoas mais formais e agora converso com pessoas que trabalham com conteúdo adulto e me apoiam, tem sido muito enriquecedor, diferente e oposto ao que eu estava acostumada. Uma mudança bem radical, inclusive tive que trabalhar muitas crenças erradas que eu tinha sobre quem trabalha nesse meio durante toda vida, conviver com pessoas de uma profissão mais tradicional e agora totalmente diferente, mas eu pensei muito sobre me expor (2 anos e meio ) e penso que é o momento de enfrentar essa transição para ver como será.

E aí você já chegou com um nome que chama muita atenção, foi você mesma que escolheu Advogada Sexy?

Sim, eu escolhi sem pensar muito na real, e no fim acabou despertando a curiosidade das pessoas que sempre me perguntam se sou advogada de verdade.Risos! Então acabei deixando esse nome.

Advogada Sexy

E conta pra gente, o que as pessoas encontram na sala da Advogada Sexy?

Primeiro acham que sou séria. Risos! Mas é apenas uma impressão eu juro!! Eles encontram uma mulher feliz, realizada em estar ali, que não está fazendo isso por obrigação ou apenas dinheiro e que age naturalmente, não sei ser atriz e nem investigo outras modelos, admiro sim muitas mas eu penso que ser uma pessoa natural ali conta muito, os clientes percebem que eu gosto. E também uma pessoa que não julga, gosta de conversar e de ser desejada como vocês já devem ter percebido!

O que os clientes mais te pedem?

Vou confessar que eles pedem muito que eu me vista como se estivesse indo fazer uma audiência e depois tirar tudo! Risos!
Muitos gostam de conversar e de saber sobre minha vida e contar seus fetiches ou imaginar o que fariam comigo, e inclusive muitos pedem conselhos para o relacionamento. E claro uma parte só quer ver o show sem muita interação e eu respeito de igual forma. Mas tem muito esse perfil que gosta de interagir mais antes de ver eu nua fazendo o show.

O que você mais gosta de fazer durante uma apresentação?

Eu curto quando o cliente quer saber o que eu gosto, como eu me sinto mais à vontade. Gosto quando eles podem ligar a câmera porque vendo que estão gostando eu fico com mais desejo em realizar um bom show. Gosto do básico que é me tocar pra eles falando ou escrevendo o que eles gostam de ouvir ler. Tudo depende também da afinidade que normalmente é muito boa, tenho tido sorte nesse sentido.

O que deixa a advogada sexy excitada?

Eu acho que o mais me excita é beijo demorado e preliminares, começar devagar e ir aumentando a intensidade, com uma pegada forte claro.

Você gosta de ouvir música durante as transmissões ou durante o sexo? Tem alguma favorita?

Sim, em ambas situações eu gosto muito, amo rock nacional e internacional. Depende da situação: pra uma mais romântica eu gosto muito de Pearl Jam, também combina Armandinho que não é rock mas eu amo. Pra uma coisa com uma pegada mais forte eu gosto de Iron Maiden, Metallica, Foo Fighters, se combina eu não sei mas eu curto a ideia, risos!

Lu Debom, alguma sexworker que serviu como inspiração pra você?

Sim, tem muitas mas as que mais acompanho são as modelos do prive, Lunna Vaz muito conhecida nesse meio assim como nos filmes que ela produz com o marido Lucão Camargo. E da Manuela Sweet que é de Santa Catarina também e sempre foi muito atenciosa conversando comigo e me incentivando com essa ideia da exposição, me dando dicas sobre esse meio sempre disposta a ajudar, sou grata e desejo muito sucesso para todos. E também gosto da Maikkelly Muhl, acho ela muito inteligente e autêntica no meio que ela trabalha que é conteúdo sensual e não mais explícito como nós.

Saindo um pouco do camming e falando sobre pornografia, você gosta? Costuma assistir?

Gosto sim, não assisto sempre, mas quando vejo gosto de assistir mais porno amador do que profissional. Falando nisso eu gosto do estilo dos vídeos da Luna Vaz e Lucão Camargo que já tive oportunidade de conversar inclusive e são vídeos que se percebe que há realmente prazer sem exploração.

Advogada Sexy

Sua pegada é mais porno caseiro mesmo né? Porque você acha que esse tipo de pornô tem tantos fãs?

Sim, eu realmente prefiro. Eu acho que as pessoas gostam mais quando percebem que há realmente uma entrega na relação naquele vídeo do que ver atores atuando simplesmente. Acredito que fica mais excitante e realista.

E se te convidassem pra gravar um pornô, você toparia?

Faria sim, mas dependeria com quem fosse e como seria. Faria se fosse com pessoas que tenho afinidade e sentindo prazer também, talvez algo não tão técnico como muitas modelos já fazem e disponibilizam na plataforma do site.Acho que eu até pretendo só me falta parceria e mais coragem, risos!

Você conhece o Testosterona há quanto tempo? E o que mais gosta no blog?

Desde que comecei a pesquisar sobre esse meio de camgirls, comecei a acompanhar e desde então não parei. O que mais gosto é ler entrevistas com as modelos e saber mais sobre essas colegas que muitas vezes não tenho oportunidade de saber mais, pela nossa correria no dia a dia. Também acho interessante ler sobre tudo que envolve como fetiches, ler matérias sobre sexo, gosto de tudo no blog mas principalmente isso.

Eu quero agradecer pela entrevista, desejar boa sorte nesta nova jornada, e o espaço final é pra você deixar um recado pros nossos leitores

Eu que agradeço pela oportunidade gostei muito de dar essa entrevista pro Testosterona. Meu recado para os leitores é que eles venham até minha sala no Câmera Prive me conhecer melhor, espero que tenham gostado da entrevista já que sou nova nisso Risos! Será um prazer recebê-los de advogada sexy ou como quiserem.

Advogada Sexy
COMENTE JÁ

Mais posts pra você