Home Esporte A natação e seu incrível poder

A natação e seu incrível poder

Vamos começar o ano novo cheio de saúde, ainda mais ligado ao esporte, especialmente a natação. Os nadadores profissionais vivem na piscina, impressionante a resistência que seu corpo é capaz de desenvolver.

Engraçado como os nadadores ainda não desenvolveram guelras com seu tamanho esforço dentro da piscina, mas até mesmo os profissionais e competitivos descansam pelo menos dois dias da semana para se recuperar dos seus treinos.

natação

Entretanto, para o empresário e nadador Fares Ksebati o descanso foi colocado de lado, ele se se desafiou a nadar mais de 100.000 metros durante 30 dias, mas tudo isso por um motivo plausível, arrecadar dinheiro para uma fundação beneficente.

Em seu canal do Youtube, Fares postou um vídeo onde comenta que falhou no desafio um ano antes, pois ficou muito atrás de atingir sua meta. Ksebati apenas conquistou seu objetivo porque conseguiu nadar praticamente 3 km por dia.

Ksebati disse que às vezes nadava a quantidade necessária em apenas um trecho. Outras vezes, ele nadava duas vezes por dia, na esperança de reduzir o estresse em seu corpo.

Nadar todos os dias foi uma experiência nova para mim. Normalmente nado apenas três ou quatro vezes por semana… ”, ressaltou Fares no vídeo. “Mesmo na faculdade, nadava apenas seis dias por semana e tinha um dia inteiro de folga para se recuperar completamente.

Desse modo, Ksebati nomeou o desafio de “águas desconhecidas”, dizendo que não sabia como se sentiria após 30 dias de natação. Interessante, ele não se sentiu exausto em nenhum momento mal pois a natação é um esporte de baixo impacto.

Durante esses 30 dias, minha capacidade pulmonar vital melhorou, minha frequência cardíaca média em repouso caiu e também nadei mais rápido”, diz Ksebati. “Meu ritmo médio de natação caiu cerca de 10% no final do mês. Consegui nadar mais rápido com menos energia apenas … desenvolvendo uma capacidade aeróbica mais robusta.

Acima de tudo, Ksebati diz que ganhou “uma sensação incrível da água”, aprofundando sua conexão com o esporte.

Quanto mais tempo você passa na água, mais refinada é a sensação”, diz ele. “Assim que você para de nadar, começa a perder a sensação da água. Porque eu nadei todos os dias – e tive uma média de menos de 24 horas entre cada sessão de natação – senti uma conexão incrível com a água.

COMENTE JÁ

Mais posts pra você