Musa do Vasco, ring girl e atleta profissional… Jamila Sandora realmente é uma fera!

O esporte realmente corre nas veias dessa loira, carioca fanática pelo Vasco da Gama Jamila Sandora é considerada uma das musas da agremiação do Rio de Janeiro, não bastasse ostentar esse título ela aliou o amor pelo futebol a sua paixão pelos ringues.

Primeiro desfilando sua beleza como ring girl de diversos eventos nacionais, Sandora encantava os marmanjos nos intervalos de cada round enquanto o coro comia dentro do cage, mas isso não era o bastante para ela, a bela trocou as placas pelas luvas e fez da luta o seu coração. Misturando tudo temos um exemplo raro de quem foi de uma ponta a outra no esporte sem perder por um segundo a feminilidade e beleza que marcaram sua carreira. Treinando na PRVT, academia que tem em seu hall a lutadora do UFC , Jessica Andrade, Jamila segue invicta na carreira profissional com duas vitórias por nocaute.

 

 

Em entrevista exclusiva para o Testosterona a guerreira nos falou sobre sua transição para o MMA e deixou um recado para quem acha que ela é apenas um rosto bonito no esporte, confira:

Como  foi a sua transição de ring girl para lutadora?

Jamila: “Eu via as lutas e despertava em mim euforia. E das lutas femininas que presenciava, sabia que poderia bater mais forte que as que vi. Meus olhos brilhavam a cada soco, a cada sangue que acontecia, enquanto as outras Ring Girls não conseguiam nem olhar. Até conhecer o mestre Paraná e ele me aprovar na equipe. Um cara que só treina menina fera! Que botou confiança em mim, não estaria perdendo o tempo dele valioso se ele não visse potencial em mim. E por isso estou nessa equipe maravilhosa que é a PRVT.”

Qual o momento mais inusitado que ja rolou contigo?

Jamila: “Vários, sou mestre das gafes. Das coisas inusitadas e inacreditável. Uma vez deu uma coisa tão errado pra mim, que começava a rir sem parar. Minha amiga perguntou: -Vc esta rindo de nervoso, né?! Respondi que não! Que queria entender, pq essas coisas só acontecem comigo.
Minha recente luta de boxe de praia, na hora da encarada, me deu uma vontade tremenda de rir e eu queria fazer cara fechada e não conseguia. Me deu uma crise de risos do nada por dentro. Sem nenhum motivo e sem entender o porque. Tentei segurar o máximo, mas não teve jeito. Saiu aquele sorrisinho nas fotos mesmo com uma vontade enorme de fazer cara de má… (risos).”

Beleza e ferocidade andam juntas no MMA?

Jamila: “MUITO! A verdadeira beleza é os ensinamentos. Tudo aquilo que nos faz sermos melhores. E as arte marciais tem essa essência. A maioria dos lutadores que conheço tem uma humildade e uma educação tamanha, que faz com que dê gosto da luta. Essa é a beleza de verdade da vida e que poucos enxergam. E é exatamente, essa beleza e a ferocidade que podemos ver que elas são fundametais no MMA. Qndo vc consegue ver duas pessoas quase se matando e no final cumprimentar, abraçar e parabenizar o outro. Isso é belo de verdade.
Quem ver cara, não vê coração.”

E quem olhar para essa fera e achar que pode com ela, recomendo pensar duas vezes, Jamila esta vindo com 100% de gás e buscará sempre mostrar que sua beleza é apenas mais um de seus atributos, olho nela!!

Descubra o que elas estão fazendo agora