Atacante bom só precisa de um segundo para decidir uma partida, treinar pode ser importante, necessário, mas a genialidade nunca vai estar apenas no treino…

 

Duvida disso? Te apresento um dos monstros sagrados do futebol, Romário, o baixinho era literalmente impossível de ser marcado em seu auge e os caminhos do gol para esse “gigante” de 1,67 de altura pareciam ser desenhados por uma força maior.

Alguns gols de Romário

 

Goleiro quando tinha um craque desse calibre na sua frente sabia que o embate ia deixar uma marca… Nas redes do gol, camisa 11 de fino trato esse atacante de jogadas decisivas e estilo singular anotou gols por onde passou, como Barcelona, PSV e Valencia na Europa atuou por clubes de grande história no Brasil, principalmente no Rio de Janeiro com a camisa de Fluminense, Vasco e Flamengo.

 

E pela seleção? Nada menos que 55 gols marcados em 70 jogos e nas palavras do próprio ex-atacante…

 

“Quando eu nasci, papai do céu apontou o dedo e disse: esse é o cara”

Romário se profissionalizou em 1985. Estreou pelo Vasco em 6 de fevereiro, vitória de 3 a 0 sobre o Coritiba. Passou em branco. Algo que se tornaria raro na carreira: no total, foram 1002 gols em 1259 partidas. Uma excelente média de 0,72, mas nas contas de Romário. Para atingir a marca centenária, ele contou gols como amador, em jogos festivos e até de máster. Sem isso, seriam 896 em 1114, uma média até melhor, de 0,80.

Quer ver mais ? Se liga nesse compilado de gols do baixinho pelo Barcelona.

Descubra o que elas estão fazendo agora

Leia também