Home Filmes 11 filmes para assistir depois de Parasita

11 filmes para assistir depois de Parasita

No último domingo (09/02) aconteceu a edição do Oscar 2020, o diretor sul-coreano Bong Joon-ho ganhou 4 estatuetas com “Parasita”.

Sem perder a humildade, ele ainda agradeceu seus concorrentes e seu ídolo Martin Scorsese. Nenhum filme estrangeiro havia ganhado a premiação em 91 anos de história da premiação.

Parasita fez história e com razão. E se você ainda não assistiu, o que está esperando? Vá logo assistir.

Depois de assistir você pode ficar intrigado, curioso e com vontade de mais. Afinal, o que é bom pode sempre melhorar na vida. Poderia recomendar a filmografia de Bong Joon-ho (impressionante) mas resolvi deixar algumas inspirações do diretor com outros filmes de outros diretores, alguns muito parecidos com a essência de Parasita. 

11 filmes que você precisa assistir depois de Parasita.

Em Chamas (2018)

Em Chamas

O cinema sul-coreano é novidade para você. Então comece por Em Chamas. baseado no romance japonês de Haruki Murakami. O diretor Lee Chang-dong apresenta uma semelhança com ambientação de Parasita, a briga das classes sociais na Coréia do Sul e o vazio da riqueza em si. Com uma excelente atuação de Steven Yun (The Walking Dead) e claro, sangue, muito sangue. 

O Impostor (2012)

O Impostor

Este documentário narra a história de Frédéric Bourdin, um francês de 36 anos que assumiu a identidade de um garoto de 16 anos que havia desaparecido do Texas, enganando os pais, a polícia e seus colegas da escola. Uma visão de pessoas que ocultam as verdades dos outros, enganam a todos e a si mesmos da maneira mais extrema possível.

O Sacrifício do Cervo Sagrado (2017)

O Sacrifício do Cervo Sagrado

O Sacrifício do Cervo Sagrado é um filme mentalmente perturbador. O diretor Yorgos Lanthimos entrega uma experiência bem peculiar. Um adolescente como um germe infecta a família de um bom cirurgião e faz drásticas acusações o que leva a tomar decisões extremas se ele quiser manter a segurança de sua família. A obra nada casual do inevitável.

A Cura (1997)

A Cura

Um detetive investiga assassinatos em séries na cidade de Tóquio. Quando ele captura o assassino descobre que ele possui estranhos poderes. Não se trata de mais um filme policial mas de um terror sombrio e psicológico que se torna indigesto. Bong incluiu ele em sua lista de melhores filmes já feitos. 

Hanyo, a Empregada (1960)

Hanyo, A Empregada

Um filme que influenciou Parasita diretamente, este filme dirigido por Kim Ki-young, demonstra um drama em uma destruição doméstica, invasão predatória de casas e o que mais achamos perturbador na vida. Seu tom é muito mais voltado a tristeza da humanidade do que ao seu próprio medo. O filme ganhou um remake em 2010 dirigido Im Sang-soo.

Nós (2019)

Nós

O filme de  Jordan Peele explora e aborda questões semelhantes como a briga entre classes sociais e suas frustrações, embora aqui o olhar seja pelo lado fantasioso, mesmo assim não deixa de ser óbvio aos olhares. Bong e Peele tem o humor e a seriedade registrado em suas películas, o drama que é seguido pela diversão sardônica. 

Expresso do Amanhã (2013)

Expresso do Amanhã

O conflito de classes e a evolução social violenta são um problema, O Expresso do Amanhã é sua condução. Ambientado em um futuro pós-apocalíptico congelado, os humanos sobreviventes vivem em um trem em movimento permanente, cada vagão é separado por classes de poder. O filme que também é dirigido por Bong Joon-ho  mistura horror, suspense e ficção científica. 

Cosmópolis (2012)

Cosmópolis

Baseado no romance de Don DeLillo e dirigido pela mente peculiar de David Cronenberg, Cosmópolis assume em declarar a decadência que a humanidade assume em sua evolução. Sem esquecer de atribuir um humor sombrio e perverso. Um dos primeiros filmes que provou que Robert Pattinson tinha futuro no cinema. 

Garota Exemplar (2014)

Garota Exemplar

Praticamente qualquer coisa de David Fincher será marcante. Temos personagens com sua duplicidade, manipulação de audiência, fora que o ambiente sinistro parece beira a todos os lugares da trama. A melhor fase do diretor e um de seus filmes que deixa aquele gosto amargo e doce ao mesmo tempo pelas inesperadas surpresas.

Midsommar (2019)

Midsommar

O final de Parasita lhe deixou com um peso de amargura no peito? A especialidade do diretor r Ari Aster é especialmente essa. Quase comédia drástica que mistura escuridão e se perpetua até sua conclusão. O típico do filme que quanto menos você souber antes de assistir melhor vai ser para sua experiência.

Psicopata Americano (2000)

Psicopata Americano

Christian Bale encarna um ricaço desmiolado e cheio de conflitos internos que se a beira de um colapso existencial. Temos estampados o vazio que a própria riqueza oferece, a violência em excesso, paródia, comédia e sangue, é claro. Ao contrário de Parasita, a matança aqui é razão da existência e da necessidade para melhor contemplar a famosa válvula de escape dos perigos externos de se viver em um mundo praticamente líquido.

Mais posts pra você

COMENTE JÁ