O ator norte-americano da trilogia de Nolan foi até ontem, a melhor personificação do Coringa nos cinemas. Tanto é que valeu um Oscar póstumo de Melhor Ator Coadjuvante em 2009, por sua atuação em “Batman: O Cavaleiro das Trevas” (2008). Seu lugar dentro da linha de tempo está registrado e ninguém vai tirá-lo de lá. 

Mas resolveram dar para um cara que não bate muito bem da cabeça quando interpreta um personagem mais excêntrico, a chance de mostrar pro mundo como é a sua visão do psicopata mais famoso de Gotham City.

O Coringa de Joaquim Phoenix é fenomenal. Desde a construção, trejeitos e motivações que o fizeram saltar para o abismo. É crível como conseguiram fazer do maior vilão do Batman, um ser humano como eu e você. 

Em “Coringa” (2019), Arthur Fleck (Joaquim Phoenix) é um cara que trabalha como palhaço animando fachada de lojas ou crianças em hospitais. Ele sofre de um riso incontrolável toda vez que fica nervoso ou entra numa situação que exige mais seriedade da sua parte. Esse riso o faz andar com um cartão avisando que ele sofre de problemas neurológicos, que a reação (do riso perturbador) é involuntária e que não tem a ver com algo necessariamente com algo engraçado. 

Sua profissão não é levado a sério pela sociedade, ele vive à margem dela e se torna um alvo para ações de jovens que querem curtir com a cara de alguém. Além das piadas de colegas de trabalho (pasmem, também são palhaços) que acham ele muito estranho ou da mídia quando descobre um vídeo dele tentando ser um comediante de stand-up, e faz dele a maior piada do mundo. 

O bullying, seguido da descoberta do abuso da mãe, a negligência do Estado e todos outros panos de fundo que vão cobrindo sua história, faz dele o monstro que poucos ou ninguém teria coragem de lidar. 

Mesmo assim, sua maldade e atos ruins motivados também pelo trauma que carrega desde criança, não são vistos como abominável pela totalidade. Você pode até entender por qual ou quais motivos ele chegou onde chegou e por mais que não concorde com eles, você apenas compreende.  

E aí tá a grande sacada ou talvez a polêmica que vai rodear o filme. O Coringa nunca foi um cara legal nas HQs, por mais que tenha mil motivações ou por mais que elas sejam válidas perante a sociedade, a loucura que serve de combustível para seus atos estão num nível acima da insanidade. Elas não são dignas de elevá-lo ao patamar de herói. Ele, como personagem, nunca será! 

Tirando o viés crítico da leitura feita para o personagem, a direção de Todd Phillipis (Se Beber, Não Case!), fotografia, trilha sonora e a interpretação de Phoneix – principalmente -, estão ótimas. O cara entra de vez na disputa pelo Oscar de Melhor Ator para 2020. Isso só vai rolar, claro, se a academia não ficar na frescura por se tratar de mais um personagem dos quadrinhos. 

Além do pano de fundo focado na crítica social, há um clima de suspense e mistério do começo ao fim. “Coringa” (2009) foi desenhado pra te deixar desconfortável, e tudo fica pior nas cenas gráficas de violência ou na passividade agressiva de seus atos. 

Como cinema “Coringa” (2009) é um filmão! Como personagem e história, se comparado ao momento que vivemos, ele é desprezível e jamais deve ser visto como herói. Tudo que deve ser levado ao sair da sala de cinema, é a tristeza de saber que as ações de um cara que só queria ser “normal”, pode chegar ao extremo por conta da negligência do governo e sociedade.  Ainda, porém, nada do que ele faz é justificável. 

A versão mais perturbada e pesada desde o momento que Heath Ledger vestiu a máscara do príncipe palhaço do crime, estreia dia 3 de outubro de 2019.

  • Leia mais sobre Filmes, Quadrinhos e Seriados no Proibido Ler

Posts pra facilitar a sua vida

  • Broxar – Dicas pra você não decepcionar na hora H
  • Disfunção Eretil – Tudo que você precisa saber a respeito.
  • Fetiches – Conheça os fetiches mais comuns dos brasileiros
  • Mandar Nudes – Dicas certeiras pra mandar nudes pra elas
  • Menage – Tudo o que você precisa saber sobre sexo a 3
  • Orgasmo – Dicas infalíveis pra fazer sua mulher delirar
  • Ponto G – Ele existe! Saiba tudo a respeito
  • Posições Sexuais – As melhores posições sexuais de todos os tempos
  • Prazer Feminino – Quer dicas? Este site explica tudo sobre o prazer feminino