Fernanda Road tem 24 anos, e mora em Duque de Caxias no Rio de Janeiro, ela é a nossa leitora da semana.

Ela estuda biotecnologia na URFJ e contou um pouco mais sobre seu trabalho:

“Hoje com relação a faculdade eu tenho um projeto de fabricação de tecidos de relevância médica e têxtil a partir de extração de polímeros de celulose de organismos vegetais diversos”

Ela se define como alguém “associal, empática, esquisita e bonita na mesma proporção”

View this post on Instagram

Biohazard #biotech #biotechnology #UFRJ #Science

A post shared by Fernanda Road (@_withlasers) on

O que gosta de fazer nas horas livres?

Vai de assistir séries, passa por costura e vai até marcenaria DIY, depende bastante do meu humor, risos.

As vezes acordo inspirada pra palpar coisas físicas, tipo fazer um vestido, pintar paredes, decorar alguma coisa/lugar, as vezes quero ficar de boa fazendo uma arte no photoshop ou vendo um seriadinho.

Você gosta de esportes? Torce pra algum time?

No momento eu só malho, fiz balé por muitos anos mas hoje sou muito indisciplinada pra continuar!

Torço pro Flamengo mas o time vem me decepcionando em alguns aspectos, vide a última tragédia do ninho.

Que tipos de filme você mais gosta?

Sou consumidora frenética de terror, não importa de onde venha; Jogos, livros, séries… sempre to consumindo terror/horror.

Também adoro criaturas colossais caindo na porrada, tipo Pacific Rim, Transformers e Godzilla

Quais as suas séries preferidas?

Amo, sempre to assistindo algo novo. Minha série favorita é de longe “True Detective”, menção honrosa a primeira temporada. Também sou grande fã de Ru Paul’s Drag Race e Breaking Bad.

Qual seu estilo musical você mais ouve?

Rock e rap, apesar de ter virado grande fã de funk. Minhas bandas favoritas são Thrice e Deftones, tenho até um trecho da “cmnd/ctrl” do Deftones no braço. Nacional eu ando ouvindo muito Baco Exu e qualquer música oriunda do baile da gaiola.

Acompanha o Testosterona desde quando?

Não lembro desde quando, mas já fui capa de um artigo de vocês das “leitoras natalinas” ou algo parecido uns anos atrás e ganhei uma pá de seguidor em várias redes sociais, risos.

Gosto da maneira leve do site para abordar sexualidade. Nada imposto, todas as meninas que aparecem no blog estão sempre a vontade, pois quando se trata de pornografia/nudez feminina, temos um problema grande na indústria que causa muito mal estar às mulheres em geral; seja ele de autoestima ou insatisfação/exploração sexual.

Quem são as pessoas que te inspiram? E porque?

Qualquer cientista mulher me inspira, se eu entro em um novo departamento e dou de cara com uma chefe mulher já fico “nossa que maravilhosa essa deusa, devia estar no Olimpo”

Sempre procuro por mulheres fortes na ciência, é um campo desafiador pro nosso gênero porque em pleno 2019 a gente tem que ouvir o Tim Hunt (premiado Nobel em 2001) dizer que “mulheres não servem pra laboratórios porque se apaixonam e choram”, além de afirmar que ter mulheres no laboratório é “perturbador”.

É uma carreira difícil em todos os sentidos, não só no acadêmico. Haja psicológico.

Deixe um recado pros nossos leitores

Fazer xixi depois de transar é importante, isso diminui a taxa de infecção urinária e infecção por candidíase. Nem toda mulher sabe disso, então repasse pras suas amigas :3

Com vocês, Fernanda Road