O Homem do Castelo Alto foi escrito em 1962 por Philip K. Dick, e nos faz pensar num rumo completamente diferente que a humanidade teria tomado se os alemães e japoneses tivessem vencido a segunda guerra mundial.

Livros deste gênero me atraem por um motivo específico: o seu poder de nos transportar pra realidades alternativas e lançar uma nova perspectiva à nossa realidade. Constantemente nos tirando da nossa zona de conforto e nos obrigando a pensar em como tudo poderia ser diferente por conta de um único evento.

O Homem do Castelo Alto

A História

O Homem do Castelo Alto apresenta uma realidade distópica, onde as potências do eixo derrotaram os aliados na segunda guerra mundial. Ou seja: A Alemanha e o Japão são as grandes potências mundias e ditam as ordens sobre a política mundial, além de ter tecnologias avançadas. Na obra quem conquistou o espaço foram os alemães e não os americanos/russos.

Neste contexto conhecemos uma sociedade dominada pela cultura nazista dos alemães, e também pelos japoneses. Os Estados Unidos por exemplo foi dividido em duas partes, metade sob o regime alemão e metade dominada pelos nipônicos.

O autor apresenta uma visão peculiar de como a sociedade teria se desenvolvido de forma diferente, como por exemplo o clássico livro chinês da sabedoria, o I Ching, que passa a ser mais conhecido que a bíblia.

 

O Homem do Castelo Alto

O personagem que dá nome ao livro é na verdade um escritor misterioso que escreveu um livro que descreve como seria o mundo caso os aliados não tivessem perdido a guerra, criando uma sub realidade dentro da realidade já alterada que é descrita na obra. Lembrou de “Inception”? Eu também!

Você vai acompanhando o dia-a-dia de diversos personagens que vivem sob essas novas condições e tentam levar a sua vida da melhor forma possível. Como foi o governo nazista? Haverá uma revolução dos derrotados? Você vai precisar ler pra descobrir!

Com diversa conexões interessantes, o universo distópico criado por Philp K. Dick traça paralelos com a nossa realidade, atrás de uma trama envolvente que te faz querer o vai acontecer até a última página.

A série

Recentemente a Amazon transformou o livro numa série, que está na sua terceira temporada, e usou a obra como inspiração pra viajar ainda mais sobre essa realidade distópica.

 

Livros de Philp K. Dick

 

           

 

Leia também